quinta-feira, 30 de junho de 2011

NOVELA DA GLOBO COM CENA OFENSIVA AOS GUARDAS MUNICIPAIS E POLICIAIS MILITARES

Em uma cena da novela "Insensato Coração", o ator que interpreta um delegado da Polícia Federal ao ser perguntado se recebia propina de motoristas bêbados saiu com a seguinte resposta:


"Não sou guarda municipal e muito menos policial militar".





A Rede Globo deixou claro que teve a intenção de denegrir a imagem e a honra dos GUARDAS MUNICIPAIS E POLICIAIS MILITARES!!!

PARABÉNS AOS HERÓIS DO RIO DE JANEIRO

terça-feira, 28 de junho de 2011

Alerj aprova anistia administrativa aos bombeiros que invadiram quartel-general


Os deputados da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovaram, na noite desta terça-feira, a anistia administrativa de 400 bombeiros e a dois PMs envolvidos na invasão au Quartel-General do Corpo de Bombeiros, no começo de junho. Aprovado, o projeto de lei 644/2011 impede as corporações de punir os revoltosos.

O projeto teve aprovação unânime dos 60 deputados presentes na Alerj. O governador Sérgio Cabral já informou que vai sancionar a medida, apesar de ter se posicionado contra o movimento.

Os bombeiros presentes no plenário comemoraram muito a aprovação do projeto de lei. Vestidos de vermelho e com cartazes de protesto, eles cantaram o hino da corporação.

HOJE NO PLENÁRIO DA ALERJ

Bombeiros estão a caminho de Brasília para pressionar por anistia criminal

Em busca de ter aprovada na Câmara dos Deputados sua anistia criminal, já votada e aceita no Senado, 460 bombeiros, em dez ônibus, deixaram as escadarias da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj)rumo a Brasília pouco depois das 22h desta segunda-feira.

Os integrantes do movimento "Dignidade do Bombeiro Militar" vão acompanhar a votação da anistia criminal, que entra na pauta de votação do congresso nesta terça-feira.

Eles serão recepcionados na capital por homens do Corpo de Bombeiros local, que os está apoiando, afirmou o cabo Benevenuto Daciolo, um dos líderes do movimento. Segundo ele, uma comissão formada por alguns parlamentares vai recebê-los por volta de 13h desta terça-feira, horário previsto para a chegada.

Entre os componentes da comitiva que vai à capital federal, estão os bombeiros que foram detidos na invasão ao Quartel Geral da corporação.

"Estamos confiantes em sair de lá com todos anistiados", disse Daciolo, que informou ainda que todos os bombeiros que seguirão viagem não faltarão a seus turnos de trabalho. Eles teriam se organizado em folgas e permutas, alegou.

Paralelamente às ações em Brasília, que duram até quinta-feira, ocorrerão manifestações nas escadarias da Alerj, sempre na parte da tarde.

JB

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Policiais que atuam na UPP no morro da Coroa, relatam as dificuldades no policiamento da comunidade





As principais queixas são:

  • Os PMs usam pistolas com capacidade para 20 disparos apenas;
  • Policiais reclamam ainda que faltam mais homens para atuar na UPP, que também abrange os morros do Fallet e Fogueteiro;
  • Boa parte dos homens que atuam na UPP do morro da Coroa havia feito concurso para atuar no interior do Estado e desconhecem as comunidades da capital;
  • Falta de pagamento dos R$ 500 de gratificação prometido pelo governador Sérgio Cabral para os PMs que atuam em UPPs;
  • Sem vale-transporte, eles contam com a boa vontade dos motoristas de ônibus em liberar a passagem para que possam se deslocar de suas cidades até o Rio.


LEIA A REPORTAGEM TODA NO R7 NOTÍCIAS

NOSSOS AMIGOS GUERREIROS FORAM SUBMETIDOS A CONSELHO POR CAUSA DA MANIFESTAÇÃO, FORAM OS ÚNICOS POLICIAIS MILITARES PRESOS JUNTOS COM OS BOMBEIROS

Que a justiça não os abandone.

APF- SOLUÇÃO - SUBMISSÃO DE PRAÇA A CONSELHO DE DISCIPLINA – REMESSA DA DOCUMENTAÇÃO Ref.: CIntPM n.º 201115632 – Auto de Prisão em Flagrante nº 0002/2559/2011 Da 4ª DPJM.

ACUSADOS: 2º SGT RG 53.198 MARCOS ROBERTO DE CARVALHO FARIA, do 25º BPM e o CB REF RG 1/07.902 JORGE CARRA DA CONCEIÇÃO da DIP Considerando o que consta na cópia do APF em comento, o Comandante-Geral DECIDE:

24/27

1 - Submeter a Conselho de Disciplina, com fulcro nas alíneas “b” e “c”, do inciso I, do artigo 2º, do Decreto Estadual n.º 2.155, de 17 de outubro de 1978, o 2º SGT RG 53.198 MARCOS ROBERTO DE CARVALHO FARIA, do 25º BPM e O CB REF RG 1/07.902 JORGE CARRA DA CONCEIÇÃO da DGP/DIP, pelo fato de no dia 03 de junho de 2011, por volta das 20:00h ter participado da invasão do Quartel Central do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, tendo permanecido na ocupação do mesmo em desobediência a ordem superior emanada pelas autoridades competentes em detrimento da disciplina militar, somente desocupando tal aquartelamento com a ação de Policiais do BOPE, sendo presos em flagrante delito pelo corregedor do Corpo de Bombeiros Militar juntamente com os militares do CBMERJ que participaram também da referida invasão, cominando assim na infração, além de Penal Militar, administrativa conforme versa o anexo I em seu Art. 1º nos itens 3, 18, 73, 75 e 78 do RDPMERJ, bem como no Art. 27, incisos IV, XIII, XVI e XIX do Estatuto da Policia Militar.

2 – Revogar, com fulcro no art. 15, caput da Portaria/PMERJ n.º 254, de 07 de abril de 2005, publicada no ADITAMENTO do BOL da PM nº 067, de 14 de abril de 2005, os portes de arma concedidos ao 2º SGT RG 53.198 MARCOS ROBERTO DE CARVALHO FARIA, do 25º BPM e O CB REF RG 1/07.902 JORGE CARRA DA CONCEIÇÃO da DGP/DIP , devendo os CMT do 25º BPM e DGP/DIP cumprir os §§ 1º e 7º do citado dispositivo;

3 - Determinar aos CMT do 25º BPM e DGP/DIP, que providenciem o previsto no § 2º do citado artigo, no que diz respeito ao acautelamento das carteiras de identidade PMERJ do 2º SGT RG 53.198 MARCOS ROBERTO DE CARVALHO FARIA, do 25º BPM e O CB REF RG 1/07.902 JORGE CARRA DA CONCEIÇÃO da DIP, assim como suas imediatas apresentações à Seção de Perícias Médicas da Corporação para

serem inspecionados, salvo se estiverem reclusos na UP/PMERJ, caso em que solicitará ao Diretor Geral de Pessoal apresentação de uma equipe da Seção de Perícias Médicas no citado estabelecimento para realizar a inspeção, a qual, no mesmo dia, através de ofício, para dar celeridade ao feito, remeterá a respectiva ata de inspeção de saúde diretamente ao 25º BPM e DGP/DIP, que se encarregarão de encaminhar ao Presidente do Colegiado;

4 – Determinar ao Presidente do Colegiado, que durante a realização dos trabalhos verifique as circunstâncias do artigo 15 do RDPMERJ, a fim de subsidiar a avaliação e a decisão do Colegiado, bem como oportunizar o exercício dos direitos e garantias constitucionais alusivos ao acusado; e,

5 – Arquivar cópias da documentação e desta Decisão na CIntPM/SJD.

OPM ENVOLVIDA: 25º BPM e DGP/DIP.

(Ref. Doc. 201115632 – CintPM)

CONSELHO DE DISCIPLINA - NOMEAÇÃO DE COLEGIADO

Nomeio o CAP PM RG 72.689 JENNYFER ALMEIDA DE ALBUQUERQUE OLIVEIRA, do 25° BPM, como Presidente; o 1º TEN PM RG 73.812 WALLACE VAZ DE OLIVEIRA, do 32° BPM, como Interrogante e Relator; e o 2º TEN PM RG 82.484 NÉLSON ESTEVAM CARVALHO JUNIOR, do BPRv, como Escrivão, para comporem o CONSELHO DE DISCIPLINA, ao qual serão submetidos os seguintes

Policiais Militares: 2° SGT PM RG 53.198 MARCOS ROBERTO DE CARVALHO JUNIOR, do 25°BPM e o CB PM REF 1/07.902 JORGE CARRA DA CONCEIÇÃO, da DGP/DIP.

Ficando o presente conselho composto da seguinte forma:

Presidente: CAP PM RG 72.689 JENNYFER ALMEIDA DE ALBUQUERQUE

OLIVEIRA

Interrogante e Relator: 1º TEN PM RG 73.812 WALLACE VAZ DE OLIVEIRA

Escrivão: 2º TEN PM RG 82.484 NÉLSON ESTEVAM CARVALHO JUNIOR

(Ref. Doc. nº 201115632 – CIntPM)

(Nota nº 1771 – SJD/CIntPM – 2011)

domingo, 26 de junho de 2011

Bombeiros fazem manifestação na Praia do Flamengo

Cerca de três mil bombeiros, apoiados por outros servidores públicos e seus parentes, estão desde às 9h deste sábado fazendo uma manifestação na Praia do Flamengo, em frente ao Castelinho, na altura da Rua Dois de Dezembro. O cálculo é do subcomandante do 2º BPM (Botafogo), major Thiago Sardinha. Acompanhados por dois carros de som, eles pedem melhores condições de trabalho nas áreas de segurança, saúde e educação. E recolhem assinaturas pela anistia dos mais de 400 bombeiros que invadiram o quartel central da corporação, no dia 3 de junho.

A pista lateral da Praia do Flamengo, sentido Botafogo, Chegou a ser fechada ao trânsito. Mas o trânsito já foi liberado, embora ainda esteja confuso. Os manifestantes pretendem seguir em carreata em direção às praias da Zona Sul.

EXTRAONLINE

sábado, 25 de junho de 2011

Bandidos armados com granada e fuzil cercaram três policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora


Homens armados com granada e fuzil cercaram três policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Fallet Fogueteiro no Morro da Coroa, no Centro do Rio de Janeiro, por volta de 16h deste sábado.

Os policiais averiguavam uma denúncia, mas teriam sido atraídos para uma cilada. No momento do ataque, os bandidos jogaram uma granada contra os policiais que se jogaram no chão. Dois ficaram feridos pelos estilhaços, e o terceiro teve a perna decepada por tiros de fuzil. Ele terá a perna amputada e foi transferido para o Hospital Souza Aguiar.

Após a emboscada, os policiais foram socorridos e levados para o Hospital Geral da Polícia Militar. Assim que recebeu os relatos dos policiais feridos, o comando do 1º BPM (Estácio) enviou reforços e iniciou operação no morro para tentar encontrar os responsáveis. Houve troca de tiros intensa durante duas horas, das 16h30 às 18h30.

Até o momento, há registro de um menor baleado, que foi internado no Hospital Souza Aguiar. Segundo policiais, ele teria sido atingido na troca de tiros e supostamente estaria envolvido com os agressores dos policiais.

No início da noite, um caveirão e uma equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope) teria atravessado o Túnel Santa Bárbara para acessar o outro lado do morro e tentar cercar os bandidos fugitivos.

Homens da UPP São Carlos foram convocados para dar suporte à operação.


Flávio Araújo - NOTÍCIAS TERRA

sexta-feira, 24 de junho de 2011

PMs QUE PARTICIPARAM DO ATO NO QUARTEL CENTRAL NÃO FORAM BENEFICIADOS

Ricardo Boechat
Jornalista - Colunista semanal
Revista ISTOÉ

DOMINGO ÀS 9 HORAS NO ATERRO DO FLAMENGO!



Bombeiros o vão a Brasília para pedir o apoio da Presidenta Dilma Rousseff

INSCRIÇÃO PARA CARAVANA DA ANISTIA NO DF.

FAÇAM LOGO AS SUAS INSCRIÇÕES NOS ÔNIBUS PARA RESERVAR A SUA VAGA, CASO QUEIRAM IR CONOSCO A BRASÍLIA.

A PRIORIDADE SERÁ PARA OS 439 PRESOS QUE IRÃO À BRASÍLIA LUTAR PELA APROVAÇÃO DA ANISTIA, OS DEMAIS

FICARÃO NO CADASTRO DE RESERVA.

É NECESSÁRIO INFORMAR O NOME COMPLETO, RG E OBM ONDE SERVE, E O TELEFONE DE CONTATO.

ENVIEM ESSES DADOS PARA :
sos.bombeiros@yahoo.com.br

JUNTOS SOMOS FORTES.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Primeira conquista: CCJ do Senado aprova anistia para os bombeiros do Rio

BRASÍLIA - A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira, por unanimidade, o projeto de lei de autoria do senador Lindbergh Farias (PT-RJ) que concede anistia aos mais de 400 bombeiros do Rio de Janeiro que foram presos depois de invadirem o Quartel Central da corporação. Com parecer favorável do relator, senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), a matéria agora segue direto para a Câmara dos Deputados, sem necessidade de passar pelo plenário do Senado.

- Há hoje dois impasses na negociação com os bombeiros, a salarial e a da anistia. Com esse projeto, acredito que abrimos espaço para resolver pelo menos um deles. O próprio governador Sérgio Cabral se manifestou a favor da anistia, embora não pudesse concedê-la - comemorou o autor da proposta.

Em seu parecer, Crivella destacou que a anistia proposta agora aos bombeiros do Rio não difere da concedida pela Lei número 12.191, de 13 de janeiro de 2010, que também anistiou policiais e bombeiros militares do Rio Grande do Norte, Bahia, Roraima, Tocantins, Pernambuco, Mato Grosso, Ceará, Santa Catarina e Distrito Federal, igualmente punidos por participarem de movimentos reivindicatórios.

VAMOS FORMAR UMA COMISSÃO DE POLICIAIS MILITARES?

Senhores, estamos criando uma comissão de Policiais Militares para uma audiência com Cmt Geral e posteriormente com Governador para solucionarmos os seguintes itens:

1 - Fim do Rancho. Fundamento: A comida servida nos ranchos das unidades é de baixa qualidade, ainda que fosse de boa qualidade, o que acontece com aquele que não gosta do cardápio oferecido? Gasta seu próprio dinheiro, se não quiser passar fome, é uma afronta ao princípio da dignidade humana que o policial não possa efetuar sua própria refeição;

2 - Fim do serviço extraordinário NÃO remunerado. Fundamento: uma solução possível seria que os serviços extras fossem remunerados pelos municípios a exemplo do que ocorre com o PROEIS, fere o princípio da isonomia que alguns policiais recebam remuneração para serviços extraordinários e outros não, ademais, EXTRAORDINÁRIO, deveria ter correlação com eventualidade, à medida que três ou até mesmo quatro vezes por semana polícias concorram a escalas de serviços extraordinários, não se pode falar em EXTRAORDINÁRIO, o que presenciamos são policiais perdendo seus finais de semana, gerando em suas vidas problemas de adequação com outros compromissos, tudo isso pelo fantasma do EXTRA, e sempre que há questionamento, a resposta é sempre a mesma, "nunca vai mudar, não esta satisfeito "pede para sair", hipócritas são aqueles que se submetem as arbitrariedade de um Estado arcaico e injusto;

3 - Fim das transferências arbitrarias, neste ponto é importante chamar a atenção para os recém formados, principalmente os que fizeram concurso para o interior e estão servindo na capital, contrariando o edital do concurso e causando transtornos imensuráveis às vidas de cada um;

4 - Tratamento digno aos companheiros da Reserva, reforma e pensionistas, uma vez que todos eles pagaram o preço, quem é inativo já contribuiu com sua parcela para o bem coletivo, e as pensionistas, já sofreram com a perda do ente querido, muitas das vezes em razão próprio serviço;

5 - Diminuição das parcelas do aumento, posto que da forma que esta, trata-se na verdade de correção monetária e não de aumento, à medida que praticamos o índice de inflação em torno de 0.5 % ao mês, e o aumento mensal caminha nessas proximidades, ao final do aumento, em tese, estaremos percebendo a mesma remuneração atual;

6 - Planejamento com fim de diminuir os ataques a policiais de folga em razão da função, é preciso dar um basta nisso, moleques, marginais, todo tipo de escória uma se une e covardemente atacam policiais e torturam e o Estado não se manifesta. Que soberania é essa que não protege seus representantes? Pois o policial é o representante do Estado, não podemos mais aceitar isso, medidas dever ser tomadas urgentes!

Todos os pontos acima necessitam apenas de boa vontade, pois pouca ou quase nenhuma alteração haverá no orçamento e demonstrará boa fé do Governo, bem como trará inúmeros benefícios a todos da corporação.

Local e data da reunião de abertura serão divulgados a medida que os interessados em compor a comissão se apresentem.

Contato através do e-mail gurgel190@gmail.com





terça-feira, 21 de junho de 2011

CABO DACIOLO INFORMA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO MOVIMENTO



HOJE DIA 21/06 ÀS 19:00 HORAS HAVERÁ UM ENCONTRO COM REPRESENTANTES DE CADA QUARTEL NA RUA JOAQUIM SILVA 98 A - LAPA - CENTRO

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Polícia atira do alto e quase acerta criminoso em fuga - Vídeo exclusivo da Record



O helicóptero da Record flagrou imagens impressionantes de policiais trocando tiros com um assaltante. A ação aconteceu na comunidade Parque Alegria, no Complexo do Caju, zona norte do Rio.
Um helicóptero da Polícia Civil sobrevoava a região no domingo (19), quando os policiais flagraram a movimentação suspeita de um carro em marcha à ré.
Dentro do carro, o criminoso percebeu a presença da polícia e saiu do veículo com um fuzil na mão. O homem atirou contra o helicóptero e saiu correndo.
Do helicóptero, os policiais atiraram várias vezes e quase acertaram os pés do criminoso, que não parou de correr.

NOTÍCIASR7

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Bombeiros planejam manifestação em Brasília

Movimento também conta com 500 ônibus para protesto no aterro do Flamengo

Os bombeiros do Rio de Janeiro planejam ir a Brasília, capital do país, com 12 mil homens para pedir a anistia criminal dos 439 presos no dia 4 junho, caso o impasse com o governo do Estado não seja resolvido.

O movimento da categoria esteve reunido mais uma vez em frente à ALERJ nesta quinta-feira. Por volta de 18h, 250 pessoas estavam no local. Um dos líderes dos movimento, o cabo Benevenuto Daciolo, anunciou quais serão os próximos passos do movimento.

No domingo, dia 26 de junho, os bombeiros de todo o Estado foram convocados a se reunir no aterro do Flamengo, zona sul. Segundo Daciolo, mais de 500 ônibus cedidos por deputados estaduais e federais e senadores irão trazer aos participantes do movimento.

- Tentamos falar com nossos comandantes, tentamos falar com o governador. Já estamos há quatro dias esperando uma conversa com o governador, se preciso for vamos para Brasília.

De acordo com o cabo, participavam do movimento desta quinta-feira, policiais militares e civis, professores e profissionais de saúde.


FONTE

quarta-feira, 15 de junho de 2011

ANISTIA JÁ!!! AMANHÃ DIA 16 TODOS NA ALERJ ÀS 14 H


ASSISTA A TV ALERJ NA NET CANAL 12 OU PELO SEU COMPUTADOR NO SITE: http://www.alerj.rj.gov.br/tv_alerj.asp

FONTE: http://www.sosguardavidas.com/

Bombeiros que invadiram quartel-general se apresentam à Justiça Militar

video

CPI DO QUARTEL CENTRAL

O deputado Paulo Ramos quer CPI para investigar as condições em que ficaram os 439 bombeiros presos no quartel em Niterói e levantar também a veracidade das denúncias relativas a ilegalidades, violências e agressões praticadas quando do ato da prisão dos bombeiros militares no interior do Quartel Central da Corporação. O quartel foi invadido por determinação do governador Sérgio Cabral.

Na confusão, os bombeiros e seus parentes que também estavam na manifestação foram agredidos com balas de borracha, gás lacrimogêneo, gás de pimenta. Há suspeitas de que até balas de verdade e de fuzil foram usadas contra os manifestantes.

A CPI vai levantar também os danos ao patrimônio público decorrentes da forma como foi desencadeada aquela repressão. A comissão será formada por sete deputados, com prazo de duração noventa, que pode ser prorrogáveis.

“Os bombeiros foram protestar em paz e foram recebidos com violência a mando do governador. Tanto é verdade que a manifestação era pacífica que os bombeiros estavam acompanhados de suas mulheres e filhos. O governador, num ato insano e cruel, mandou a polícia invadir o quartel. E os bombeiros foram presos dentro do quartel da corporação por um comandante da PM e não por um comandante dos bombeiros, o que é outra irregularidade”, afirmou o deputado Paulo Ramos.

CABRAL DEU PRAZO PARA OS TRAFICANTES DEIXAREM O MORRO DA MANGUEIRA

Mangueira será ocupada pelo BOPE no domingo para instalar a 18º UPP da cidade
O Morro da Mangueira será ocupado pela PM no domingo que vem. Pelo menos 80 policiais do Bope participarão da ação, que tem como objetivo implantar mais uma Unidade de Polícia Pacificadora do GOVERNADOR SÉRGIO CABRAL.

JOGADA DE MESTRE
A nova unidade fecha o cinturão de segurança do Maciço da Tijuca, que compreende também as comunidades dos morros do Turano, Salgueiro, Formiga, Andaraí, Borel, Macacos e São João, todas próximas ao Maracanã e Maracanãzinho, dois dos principais equipamentos esportivos da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016. Com o fechamento deste cinturão, o trajeto até o complexo esportivo poderá ser feito desde a Zona Sul, passando pelo Centro da cidade, sem que se passe ao lado de favelas dominadas por traficantes.


terça-feira, 14 de junho de 2011

Ignorando aliados e PMs, Cabral queria prender Bombeiros no Riocentro e Maracanazinho

Por Jorge Serrão - http://www.alertatotal.net


Os computadores do Palácio Guanabara foram inundados, semana passada, por mais de um milhão de e-mails. A quase totalidade com violentos ataques ao político Sérgio Cabral. As mensagens criticaram a posição despótica do governador do Rio de Janeiro contra 439 Bombeiros Militares – que ficaram presos uma semana, sob acusação de motim, depois de classificados como “vândalos” por Cabralzinho, que sofreu o maior de seus desgastes políticos e não poderá mais sonhar com uma eventual candidatura a vice-presidente da República, na provável chapa de Luiz Inácio Lula da Silva.

O ex-presidente telefonou duas vezes para Cabral, advertindo-o dos perigos causados à própria imagem pelos ataques violentos aos bombeiros – sempre considerados heróis no imaginário coletivo. Cabral se queimou com Lula, porque não deu bola para os conselhos dados. Cabral recebeu ligações da Presidenta Dilma, advertindo que a greve dos bombeiros lhe causava um perigoso desgaste. Também não ligou para o que Dilma falou, até que recebeu outro telefonema, este em tom menos brando, do chefão do PMDB, o vice-Presidente Michel Temer, avisando-o que sua situação política é gravíssima. Cabral foi alvo de protestos da Organização dos Estados Americanos (OEA) e da Anistia Internacional.

O desgaste público de Cabral teia sido ainda maior se ele não tivesse ouvido, pelo menos, alguns Oficiais da Polícia Militar que o assessoram diretamente. No primeiro momento, Sérgio Cabral montou um esquema com seu aliado Eduardo Paes, para dar uma punição exemplar aos bombeiros revoltosos por melhores salários. Cabral desejava prendê-los no Riocentro (o complexo de exposições e eventos da Prefeitura do Rio de Janeiro). A ideia de transformar o local em “campo de concentração” teve o apoio do prefeito Paes – que prometeu até a logística de um caminhão onde se faria comida para os presos. Por sorte de Cabral, a ideia foi abortada pela cúpula da PM, que lhe lembrou da associação do Riocentro com o triste episódio da bomba que explodiu e matou um sargento do Exército, no show musical de 1º de maio de 1981.

Demovido da ideia nazista do Riocentro, Cabralzinho formulou outra opção também fascista. Prenderia os Bombeiros no Ginásio Gilberto Cardoso, o Maracanazinho. Desta vez, os oficiais da Polícia Militar foram ainda mais incisivos com o Governador Fluminense – que é torcedor doente do Vasco. Os PMs garantiram que não haveria logística nem homens suficientes para dar conta da transformação de um estádio em prisão. Os PMs também tentaram contemporizar com Cabral – que acabou cedendo – porque a cúpula de Coronéis dos Bombeiros também estava insatisfeita e a ponto de “aderir ao movimento”, o que ampliaria o caos.

Cabral apagou o fogo de revolta da cúpula, devolvendo-lhes o status de poder. Recriou a Secretaria de Defesa Civil – tirando os Bombeiros do vexame institucional de terem se transformado em uma mera subsecretaria da área da Saúde. O reajustezinho salarial de 5,58% dado aos Bombeiros, extensivo a Policiais Militares, Civis e Agentes Penitenciários, também não surtiu efeito político. O desgaste de Cabral é insustentável, e deve se tornar público na divulgação das próximas pesquisas de opinião sobre o desempenho dos governos estaduais.

A população do Rio de Janeiro se solidarizou com os Bombeiros. Basta ver a quantidade de carros desfraldando fitinhas vermelhas – símbolo da luta dos Bombeiros. Ontem, o governador ordenou à PM que divulgasse que “apenas” 26 mil pessoas tenham participado das manifestações pró-bombeiros na Orla de Copacabana. Até policiais militares do 13º BPM (Praça Tiradentes) vieram à passeata dos bombeiros na Praia de Copacabana. Estavam vestidos com uma camisa azul em que havia escrito "PM no local". Por outro lado, bombeiros e simpatizantes vestem vermelho.

A cantora Alcione, madrinha do Corpo dos Bombeiros, se juntou aos manifestantes, vestida com uma camisa da corporação. Ela disse que a invasão do quartel na semana passada foi um momento onde todos estavam com a cabeça quente. A cantora se declarou solidária na luta pela anistia penal dos 439 detidos por participar da invasão. Alcione chegou a comentar que o governador Sergio Cabral era um homem sensível e vai rever a situação dos militares, dando um aumento salarial justo.

Cabral ontem fez pirotecnia para tentar conter o impacto negativo da denúncia do jornal O Globo, de que, em maio, o comando do Corpo de Bombeiros do Rio autorizou uso de recursos do Fundo Especial do Corpo de Bombeiros (Funesbom) para pagamento de cerca de R$ 694 mil em diárias de viagens internacionais. Os beneficiados foram 33 tenentes-coronéis e 42 capitães inscritos no Curso Superior de Bombeiro Militar (CSBM) e no Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAO). Com medo da repercussão negativa da notícia, o governador prometeu enviar hoje uma mensagem à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) modificando a destinação Funesbom e determinando que 30% deles sejam utilizados para pagamento de gratificações aos bombeiros. Em 2010, o fundo arrecadou cerca de R$ 110 milhões.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

A PRESENÇA DOS BOMBEIROS, POLICIAIS MILITARES, CIVIS E INSPETORES DE SEGURANÇA NA ALERJ AMANHÃ É FUNDAMENTAL



Será votado amanhã a proposta do Governo do Estado que concede aumento de 5,58%, em julho, aos agentes de Segurança do Estado. Todos devem participar enchendo as galerias do plenário. Cheguem mais cedo!

sábado, 11 de junho de 2011

BOMBEIROS LIVRES SEGUEM PARA ALERJ



E hoje os servidores da saúde estadual e concursados da Fundação Escola do Serviço Público (Fesp) farão uma assembléia geral para decidir se paralisam suas atividades como forma de exigir do governo a abertura de negociações com a categoria e em apoio à luta dos bombeiros. A assembléia será será hoje, às 14 horas na sede do Sindicato (Rua Joaquim Silva, 98-A, Lapa). Logo em seguida eles irão se juntar AOS BOMBEIROS NA ALERJ.

Comandante suspende prontidão da PM no domingo

O comandante da Polícia Militar, coronel Mário Sérgio Duarte, informou agora há pouco que decidiu suspender a escala extraordinária deste domingo para todo e efeitvo da PM no estado. A escala especial era uma medida preventiva por causa da passeata dos bombeiros marcada para a manhã deste domingo na orla de Copacabana.

Mário Sérgio explicou que recebeu uma ligação do coronel Sérgio Simões, novo secretário de Defesa Civil e comandante do Corpo de Bombeiros, informando que o clima na cidade é de absoluta tranquilidade.

Segundo o comandante da PM, apenas os efetivos do 19º BPM (Copacabana) e do 23º BPM (Leblon) terão escala diferenciada, das 9 às 14h, por causa da manifestação dos bombeiros.

Mário Sérgio informou também que manterá o plantão reforçado na área do 14º BPM (Bangu) devido aos confrontos com a guerra do tráfico na Vila Kennedy.

-- Tendo em vista o contato feito com o coronel Simões, que me passou este clima de tranquilidade, eu readequei a escala. mantendo apenas o plantão extraordinário nos batalhões da Zona Sul -- disse o comandante.


EXTRA ON LINE

ATO PACÍFICO PELA DIGNIDADE DOS BOMBEIROS

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Nomes dos 33 deputados que não assinaram o manifesto pedindo a liberdade dos nossos heróis presos

A lista com os nomes dos 33 deputados estaduais que não quiseram assinar o manifesto pedindo a libertação dos bombeiros.

POLICIAIS MILITARES TAMBÉM SÃO HERÓIS

06/06 - PMs realizam parto dentro de viatura em Marechal Hermes

Policiais militares do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP) realizaram, nesta segunda-feira, um parto dentro da viatura. Os soldados Almeida e L. Soares estavam de plantão no CFAP, em Sulacap, quando o motorista de um ônibus da linha 756 parou no local dizendo que uma passageira estava em trabalho de parto. Wellen Cristine, de 19 anos, foi colocada numa viatura e levada ao Hospital Maternidade Alexander Fleming, em Marechal Hermes.

09/06 - PMs auxiliam mulher em trabalho de parto na Leopoldina

Os cabos Assis e Otávio, do 4º BPM (São Cristóvão), estavam baseados na Avenida Francisco Bicalho quando receberam pedido para auxiliar uma mulher grávida que estava passando mal. Ela estava com a tia em um ponto de ônibus para ir ao médico quando começou a sentir as dores do parto.

Um bombeiro que passava no local, ao perceber a situação, desceu da condução, acionou os policiais militares e ali mesmo começaram o atendimento à mulher. A grávida foi conduzida ao Hospital Sousa Aguiar onde deu à luz um menino. Mãe e filho passam bem. A mulher foi transferida para o Hospital Maternidade Praça XV, no Centro do Rio de Janeiro.

Deputado diz que recebeu informações de que há PMs presos por recusa à invasão de quartel dos bombeiros

O deputado estadual Paulo Ramos (PDT) disse que recebeu informações de fontes do dentro do Quartel General da Polícia Militar de que os policiais do Bope e do Choque que se recusaram a invadir o Quartel Central dos bombeiros estariam presos.

Ele acrescentou que recebeu informações de que está havendo um constrangimento dos comandantes do Choque e do Bope com a tropa, que não gostou de cumprir a missão de entrar no quartel e prender os bombeiros.

Paulo Ramos disse ainda que soube que um policial do Bope estaria internado com uma crise nervosa porque foi obrigado a entrar no quartel e e combater outros militares.

O deputado disse que está checando as informações para ver se são verídicas.

BLOG DO DEPUTADO PAULO RAMOS

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Deputado Paulo Ramos entregou pela manhã cerca de 300 colchões para os bombeiros na ALERJ

Paulo Ramos denuncia manobra do governo para calar oposição
A bancada de parlamentares ligada ao governo utilizou na tarde desta quarta-feira um artifício normalmente ligado à oposição: a obstrução da sessão legislativa alegando falta de quórum. Para o deputado Paulo Ramos (PDT) foi uma manobra que mostra o desespero de Cabral e de sua base aliada:

“Eles não querem que os deputados denunciem na assembléia os absurdos que Cabral cometeu em relação à manifestação dos bombeiros. Não satisfeitos em mandar prender os bombeiros, eles querem agora silenciar a oposição. Poucas vezes na vida algo tão surreal como essa obstrução ao contrário”, disse o deputado.

Paulo Ramos entregou pela manhã cerca de 300 colchões, arrecadados em várias instituições, aos bombeiros acampados nas escadarias da Alerj. Os bombeiros reivindicam a imediata soltura dos 439 bombeiros que estão presos para abrirem de novo negociações com o governo.

“Cabral toma essas atitudes arbitrárias e a agora viu o tamanho do problema que ele criou, já que a população, como era esperado, está ao lado dos bombeiros”, afirmou o deputado.


Fonte: BLOG DO DEPUTADO PAULO RAMOS

SINDPOL CONVOCA OS POLICIAIS CIVIS SEXTA-FEIRA ÀS 12 HORAS EM FRENTE A ALERJ



Bombeiro surfista sai do alto do pódio da primeira etapa do Big Wave World Tour 2011 para a prisão, no Quartel de Charitas

No último fim de semana de maio, o surfista Marcos Monteiro levou o Brasil ao lugar mais alto do pódio da primeira etapa do Big Wave World Tour 2011, o Circuito Mundial de Ondas Grandes, ao vencer competidores de diversas partes do mundo em ondas de até sete metros de altura em Punta Lobos, no Chile. A vitória em águas chilenas não pode ser saboreada por muito tempo. Uma semana depois, Marcos participou da manifestação dos bombeiros por melhores salários e foi preso. Guarda-vidas na Praia de Itaúna, em Saquarema, Marcos é um dos 439 presos no Quartel de Charitas.

CONTINUE LENDO AQUI

A arrecadação do ESTADO foi de R$ 48,8 bilhões em 2010, que resultou em R$ 3,1 bilhões a mais do que o previsto no orçamento...

Como assim, Deputado Marcelo Freixo???

Como assim, Deputado Marcelo Freixo???
Como assim V. Exa. vai VERIFICAR se os tiros de Fuzil efetuados no interior do quartel contra manifestantes DESARMADOS foram feitos pelo BOPE?

Porque os “panos quentes”, Deputado?

Como assim?
Foi encontrado algum FUZIL em poder dos manifestantes?
Este FUZIL foi apreendido?

Quer um ajudinha, Deputado?
Quer uma LUZ para iluminar sua cabeça e abrir os seus olhinhos, fechados para os DESMANDOS cometidos no Rio de Janeiro?

Vá ao site dos SOSBOMBEIROS e verifique para onde foram dirigidos os TIROS de Fuzil?

Quer o endereço do site para ajudar? http://www.sosguardavidas.com/p/covardia-fuzil-calibre-762-contra.html

O Comandante da PM disse em entrevista coletiva que haviam BOMBEIROS ARMADOS e que UMA PISTOLA foi apreendida com um bombeiro e que por isso seus “CAVEIRAS” poderiam ter usado o FUZIL 7,62 em defesa da tropa (????).

Esta PISTOLA apreendida efetuou algum disparo?
Foi encaminhada à PERÍCIA?
Foram colhidos resíduos de PÓLVORA na mão do “bombeiro” que “portava” a tal pistola para saber se ele efetivamente DISPAROU a ARMA?

Os fuzis dos PMs (Sim, quem atua no BOPE é PM!) foram apreendidos e devidamente PERICIADOS?

Qual foi o resultado da PERÍCIA DE LOCAL que poderia determinar a TRAJETÓRIA dos disparos e por conseguinte a sua ORIGEM?

Se foram os MILITARES do BOPE que efetuaram disparos em direção HORIZONTAL (Aqueles que atingiram as viaturas dos Bombeiros não foram efetuados para o ar, correto?) sua conduta vai ser individualizada e irão ser responsabilizados e processados por TENTATIVA DE HOMICÍDIO?

E desde quando FAZ PARTE DA TÉCNICA de controle de distúrbios civis o porte e uso de FUZIS 7.62, Nobre Deputado?

Porque o COMANDANTE da PM ainda não foi CONVOCADO para dar explicações na ALERJ?

Onde estão os DIREITOS HUMANOS defendidos por você e seus colegas de palanque tão ardorosamente para os VAGABUNDOS?

Onde foram parar os DIREITOS CIVIS dos Bombeiros presos quando os AUTOS DE PRISÃO só chegaram à Justiça Militar 48 horas (Isso mesmo, 48 horas!!!) depois do fato?

Por serem MILITARES os Bombeiros são cidadãos de SEGUNDA CLASSE?

Porque os Bombeiros Militares CONTINUAM PRESOS Deputado?
Porque o FLAGRANTE ainda não foi RELAXADO pela INÉPCIA dos que o apresentaram totalmente fora do PRAZO LEGAL e à revelia do ordenamento jurídico pátrio.

São muitas as PERGUNTAS e CURIOSIDADES que nós, Policiais Civis e demais Cidadãos Cariocas e Fluminenses temos em relação ao que EFETIVAMENTE OCORREU no interior do Quartel General do Corpo de Bombeiros.

E o nosso desejo é que o EPISÓDIO seja devidamente ESCLARECIDO, para que não venha a ser tornar mais uma CAPÍTULO NEBULOSO da história deste país, tal qual o da bomba no Rio Centro e outras “operações militares” equivocadas ocorridas na época da DITADURA.

Se algum BOMBEIRO disparou sua pistola, que seja RESPONSABILIZADO pela sua conduta.

Mas que o seja dentro do DEVIDO PROCESSO LEGAL e não segundo interpretações DRACONIANAS e DESPROPOSITADAS. E que seja responsabilizado JUNTO COM ELE os militares que dispararam seus FUZÍS (A Tropa de Elite, que nem deveria ter sido empregada naquele caso, lembra?), bem como o COMANDANTE que deu a ORDEM para a invasão com o uso de ARMAS DE FOGO, colocando em risco a vida de todos.

Afinal, aqueles tempos da DITADURA já passaram, não é verdade?
Ou será que estamos num daqueles países Árabes onde as tropas ATIRAM CONTRA MANIFESTANTES DESARMADOS impunemente?
Não aprendemos NADA com Eldorado dos Carajás?
Não aprendemos nada com CANRANDIRÚ?

Grupo PCERJ - Inspetor Figueiredo

Quem depredou as instalações do Quartel Central não foram os bombeiros

Prestem atenção nas intenções que começam a ser articuladas pelo governo Sérgio Cabral, com o apoio da mídia vendida e comprada!!!


Um levantamento nos arquivos da Assembleia Legislativa revela que o líder do movimento dos bombeiros, o cabo Benevenuto Daciolo, não só estava lotado no gabinete da ex-deputada evangélica Beatriz Santos (PRB) — aliada do ex-governador e hoje deputado federal Anthony Garotinho (PR) — na última legislatura como concorreu ao cargo de vereador, pela mesma legenda, em 2008. Uma fonte da Casa informou que Daciolo, exonerado em fevereiro de 2011, não comparecia à Alerj, apesar de estar lotado no gabinete.

No fim de semana, logo após a prisão dos manifestantes, o governador Sérgio Cabral atribuiu a invasão a motivações políticas, e não trabalhistas. Sem mencionar o nome de Garotinho, ele disse que os bombeiros se deixaram seduzir por alguém que passou oito anos no governo:

— Não se podia imaginar que eles se deixariam seduzir pelo discurso fácil, messiânico, fundamentalista, de quem mistura Bíblia com política.

Garotinho não foi encontrado na terça-feira para comentar o caso. Na segunda-feira, porém, após reunião dos manifestantes com deputados estaduais favoráveis aos bombeiros, a filha do ex-governador, Clarissa Garotinho (PR), acusou o governo de tentar descredenciar o movimento.

— Cabe a nós, representantes da população, apoiar as iniciativas que nós achamos justas. Quando um politico não se envolve, é acusado de omissão. Mas, quando participa, quando se envolve, tentam deturpar a imagem do movimento para dizer que é político.

No início do mês, no auge da crise do Palácio do Planalto com o caso Palocci, Garotinho ameaçou o governo de levar a bancada evangélica a apoiar a convocação do então ministro da Casa Civil caso não fosse votada a PEC 300 — emenda constitucional que fixa o piso salarial de policiais civis, militares e bombeiros militares. Uma chantagem que ele mesmo chamou de “um diamante de R$ 20 milhões” — estimativa do impacto do aumento nas contas dos estados.

O presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara, Mendonça Prado (DEM-SE), disse ontem a bombeiros acampados nas escadarias da Alerj que está preocupado com a difusão do movimento pelo país.

JORNAL EXTRA ON LINE

terça-feira, 7 de junho de 2011

1º dia de visitas aos 439 bombeiros presos em Niterói

Juíza indefere pedido de habeas corpus para bombeiros

Um primeiro pedido de habeas corpus, impetrado por um grupo de bombeiros no último fim de semana, foi negado pelo STJ. Em seu despacho, a juíza Maria Izabel Pena Pieranti, não desconsidera que a categoria tinha razão em reivindicar melhorias salariais. No entanto, ela diz que "os fins, in casu, não justiçam e nem justificariam os meios" e, em outro trecho, ao citar novamente a invasão, afirma que "... o que se viu foi uma verdadeira baderna protagonizada não por civis coléricos".

A magistrada diz que as imagens dos canais de comunicação mostram bombeiros enfurecidos, ensandecidos, buscando, com força bruta, alcançar intentos que consideravam justos.

O DIA

ATO DE SOLIDARIEDADE AOS BOMBEIROS

VAMOS mobilizar toda a sociedade pela libertação dos bombeiros presos e forçar o governo a atender suas reivindicações. Compareça ao Ato em solidariedade aos Bombeiros, no Domingo, dia 12, às 10 horas, na praia de Copacabana EM EM FRENTE AO COPACABANA PALACE!!!!

DISCURSO EM FORMA DE AMEAÇA!



"Coronéu Bobeiro II" - Saraiva, vulgo BM, coagindo a tropa do CSM!

A adesão ao movimento dos bombeiros não para de crescer. E você policial militar, não vai aderir?


A foto acima circulou em todos os jornais, mas muitos não sabem que a reação dos bombeiros está resumida no vídeo abaixo:


O CEL PM MILAGRES DO NADA ESPIRRA SPRAY DE PIMENTA NOS BOMBEIROS INDEFESOS E INOFENSIVOS. O SEU DESCONTROLE É TANTO QUE VOCÊS PODEM VER, QUE ATÉ O POLICIAL MILITAR QUE ESTAVA AO LADO TAMBÉM RECEBE UM JATO NO ROSTO!!!!

Jornal do SBT - Apoio aos bombeiros vão das ruas às redes sociais

video
Em apoio aos bombeiros, que pedem aumento de salário, fitinhas vermelhas foram entregues em frente a Assembléia Legislativa, no Rio de Janeiro.

Os bombeiros do Estado do Rio são os que possuem o menor salário do país, R$ 1030,00, enquanto que no Distrito Federal, os profissionais dessa área são os que possuem o maior abono, R$ 4129,73.

Em uma rede social, quase seis mil seguidores postaram mensagens em solidariedade aos bombeiros.

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Grupo de deputados quer pressionar governo a negociar com bombeiros

Eles apoiam a libertação dos agentes presos.
Bombeiros fazem manifestação nas escadarias da Alerj.

Depois de uma reunião, na tarde desta segunda-feira (6), seis deputados estaduais e dois federais da bancada do Rio de Janeiro assinaram uma nota de apoio e decidiram, a partir de terça-feira (7), pressionar o governo do estado a acelerar as negociações com os bombeiros e libertar os agentes presos. Os deputados são Paulo Ramos (PDT), Marcelo Freixo (Psol), Janira Rocha (Psol), Clarissa Garotinho (PR), Wagner Montes (PDT) e Flavio Bolsonaro (PP), além de Jair Bolsonaro (PP) e Chico Alencar (Psol).

Os parlamentares informaram que pretendem impedir a formação de quórum e não votar projetos de interesse do governo. Eles negaram qualquer movimento de influência política.

"O governo está sendo insensível com uma categoria que faz reivindicações justas. É necessário retomar essa negociação, mas para isso, o primeiro passo é libertar os bombeiros que estão presos", disse o deputado Marcelo Freixo.

Segundo o deputado Paulo Ramos (PDT), os bombeiros evitam formar uma comissão para negociar com o governo temendo represálias.

"Depois das prisões, as lideranças dos bombeiros ficaram com medo de procurar as autoridades e sofrer algum tipo de represália. Por isso, resolveram procurar os parlamentares para intermediar as negociações", disse ele.

A pauta de votações desta segunda foi trancada pelos parlamentares. A reunião da CPI das Armas prevista para esta tarde foi cancelada, segundo o deputado Marcelo Freixo (Psol). O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Mário Sérgio Duarte, seria ouvido para tirar dúvidas a respeito da segurança dos depósitos de armas da PM e sobre a existência de policiais com registro de atiradores.

PORTAL G1

CONVITE

Amigos, venho por meio deste comunicar-lhes que será prestado uma homenagem ao Sd PM Bruno Vinícius Saldanha Ribeiro, no Salão ecumênico do QG da PMERJ, dia 08/06/2011, quarta feira, ás 13:00 horas.

Convidamos a todos amigos e Policiais Militares a prestar essa homenagem ao nosso Grande companheiro.


Cb Gurgel.



Deputados querem trancar pauta da Alerj enquanto não houver solução para a crise com os bombeiros

O deputados estaduais vão tentar trancar a pauta de votações na Alerj. Com a medida, eles pretendem pressionar o governo do estado a mudar sua posição em relação à crise com os bombeiros. Mais de 20 deputados estão mobilizados com a proposta.

Pescadores farão barqueata em favor dos bombeiros na próxima quinta-feira

Os pescadores farão, na próxima quinta-feira, uma barqueata em favor da causa dos bombeiros. De acordo com o sindicato da categoria, 50 embarcações das colônias de pesca de Copacabana, Jurujuba, Urca e São Gonçalo vão se concentrar em frente ao G-Mar de Botafogo.

Os pescadores aderiram a causa em decorrência do trabalho dos bombeiros no salvamento frente ao perigo que enfrentam em alto mar.

O DIA

domingo, 5 de junho de 2011

Bombeiros do Rio bloqueiam faixas da Ponte Rio-Niterói


Após um protesto que tomou o Quartel Central e terminou com 439 presos na manhã do último sábado, os bombeiros do Rio voltam às ruas em manifestação por melhores salários e, na noite deste domingo, bloqueiam a Ponte Rio-Niterói, principal ligação entre a capital fluminense e o município vizinho, na região metropolitana do Rio.

Cerca de 70 bombeiros ocupam as quatro faixas de rolamento do vão central na pista sentido Rio. Eles chegaram em três ônibus e tentam colocar faixa um dos pilares de sustentação da ponte.

A Polícia Rodoviária Federal e funcionários da concessionária que administra a via estão no local. A PRF solicita que os manifestantes deixem o local de maneira pacífica e as negociações continuam.

O grupo de bombeiros é proveniente dos municípios de Araruama, Búzios, Cabo Frio, Rio das Ostras, localizados na região dos Lagos do Rio.


ÚltimoSegundo

BOMBEIROS ESTÃO ACAMPADOS NA ALERJ



FOTOS DE LUISA MARANHÃO

ATENÇÃO SENHORES E SENHORAS, MILITARES, FAMILIARES, TODOS SETORES DA SOCIEDADE CIVIL!

A nossa casa agora é a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ)!
Palácio Tiradentes, Rua Primeiro de Março, s/n - Praça XV (Centro) - Rio de Janeiro - RJ!


Venham imdeiatamente para a ALERJ... TRAGAM OS CAMINHÕES DE MUDANÇA! Tragam barracas, colchonetes, cobertores, comida, água, fogão, panelas, materiais de higiene pessoal, banheiro químico, roupas (camisa, calças, etc...), e tudo mais que julgarem necessário para o nosso acampamento por tempo indeterminado, o mais importantes não esqueçam de trazer DETERMINAÇÃO, FORCA, CORAGEM, FÉ!

NENHUM PASSO DAREMOS ATRÁS!

CABO DACIOLO MESMO PRESO CONCEDE ENTREVISTA

Para líder dos bombeiros, Cabral é omisso e não podia governar

Um dos líderes do movimento de protesto do Corpo de Bombeiros, o cabo Benevenuto Daciolo, afirmou na tarde deste sábado ao Terra, por telefone, que o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, "é omisso, tem muitos adjetivos, mas não poderia ser governador". Segundo o bombeiro, que está entre 439 detidos, a corporação vive "um problema ditatorial em pleno século XXI". Com a voz bastante rouca, ele afirmou que os bombeiros foram colocados em ônibus e levados à corregedoria da polícia, onde muitos ficaram deitados "no chão frio".

CHEFE DO ESTADO MAIOR DA POLÍCIA MILITAR É CHAMADO DE COVARDE

sábado, 4 de junho de 2011

QUEM DISSE QUE O BOMBEIRO AMARELOU?

AMANHÃ DIA 05 - DOMINGO - ÀS 09:00 HORAS NAS ESCADARIAS DA ALERJ!!!

Carro de Garotinho atingido por tiros

Político saía de Cabo Frio. Disparos acertaram lataria. Ninguém se feriu

Cabo Frio - O carro onde estava o deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ) foi atingido por dois tiros na noite de ontem nas proximidades de Cabo Frio. Nenhum dos ocupantes do veículo — o ex-governador, o motorista e um segurança — foi atingido pelos tiros. As balas perfuraram a lataria.

Garotinho tinha acabado de participar de uma reunião do PR em Cabo Frio e se dirigia para sua casa em Campos dos Goytacazes. Ele é o presidente do diretório estadual do partido.
O deputado passou boa parte do dia no Rio, onde participou de manifestações organizadas por bombeiros. Ao lado da filha, a deputada estadual Clarissa Garotinho (PR), ele chegou a discursar em um ato da categoria promovido diante da Assembleia Legislativa, onde os militares estavam concentrados. Depois, foi de carro para Cabo Frio, onde participaria de encontro do PR.

O DIA

Comando da PM do RJ tenta negociar desocupação de quartel central

De acordo com Cláudio Lopes, procurador-geral de Justiça do Rio, o governo pode decretar a prisão dos manifestantes se considerar que houve insubordinação. "A Polícia Militar está diretamente subordinada ao governo do estado, ao governador, hierarquicamente. E pelo regulamento militar, o governador pode, sim, decretar a prisão administrativa daquelas pessoas que ele venha a entender que violaram a legislação militar, sem prejuízo - dependendo exatamente do que aconteceu - de isso constituir algum tipo de crime militar", explicou.

Sobre o grande número de manifestantes, o procurador-geral acredita que nem todos serão presos. "Normalmente, nessas situações, deve ser feita uma apuração eventualmente daqueles que são os líderes, daqueles que estão instigando, se amotinando. Evidentemente é difícil caracterizar crime eventualmente ou falta funcional por parte de todos", disse.

"Mas dependendo da forma de manifestação, nós estamos vendo, com invasão, isso realmente pode ser caracterizado como descumprimento do regulamento militar e permitir ao governo a decretação da prisão das pessoas que estão se insurgindo, sem adentrar no mérito do que eles estão reivindicando", completou o procurador.


Segundo Daciolo, participam do protesto bombeiros de quartéis de todo o estado. Ele informou ainda que as praias devem amanhecer sem guarda-vidas neste sábado.

Daciolo usou o megafone para orientar os manifestantes a se deitarem no pátio, caso policiais do Batalhão de Choque entrem no local para retirá-los. Ele informou que é um protesto pacífico e que eles pretendem deixar o local somente após um acordo com algum representante do governo.



video