terça-feira, 17 de setembro de 2013

"De herói a vilão no Rio", diz Economist sobre Sérgio Cabral

From hero to villain in Rio : THE ECONOMIST


A revista inglesa "The Economist" publicou um artigo na nesta sexta-feira (13) destacando a crise de popularidade enfrentada pelo governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB). "Ele tomou posse pela primeira vez em 2007, durante uma crise na segurança pública marcada por ataques a ônibus e sequestros. Ao invés de mandar a polícia 'limpar' as favelas, Cabral optou pelo policiamento comunitário", diz a reportagem.
A escolha da cidade para sediar as Olimpíadas de 2016 serviria para 'coroar' o sucesso do governador. Mas atualmente ele é o chefe de Estado menos popular do país, com 12% de aprovação – quando foi reeleito, em 2010, ele tinha 66%.
A reportagem cita as manifestações que tomaram as ruas da cidade e a frente da residência de Cabral e foram violentamente reprimidas pela polícia como um divisor de águas na sua vida política – a ponto de Cabral declarar que pretende renunciar em dezembro para trabalhar na campanha do seu vice, Luiz Fernando Pezão (PMDB).
O escândalo da construtora Delta – Cabral é próximo do empresário que controla a companhia – e o uso do helicóptero do governo para viagens pessoais de fim de semana ajudaram a sepultar a popularidade do governador.
Porém, o que puxou a avaliação positiva do governador para baixo, segundo o texto, foi a mudança na visão do projeto das UPPs (,Unidades de Polícia Pacificadora). "A principal razão para a queda de popularidade de Cabral é que a euforia que acompanhou a nova política de segurança está dando lugar a uma análise mais realista", diz a reportagem. LEIA A REPORTAGEM COMPLETA AQUI



14 comentários:

David Gayle disse...

Os pontos positivos do Cabral superam os pontos negativos... O que ele fez pelo RJ principalmente na area de segurança pública, foi fantastico!

Unknown disse...

O sala´rio de um PM do Rio continua a ser o PIOS do Brasil. Ainda tem canalha que acredita nesse verme travestido de governador!
David Gyle, vai pro inferno!

Anônimo disse...

Agora que a eleição se aproxima,sera comum a interferencia de pessoas que sao alheias aos blog's destinados a causa da segurança publica do RJ,como a sr.identificado no 1o.comentario.ESTAREMOS ATENTOS AS CAMPANHAS POLITICAS!PEC 300 NELES!

Anônimo disse...

SÓ PODERIA SE CHAMAR GAY - le srsrsrsrsrsrsr.

PRAÇA INDIGNADO disse...

FANTÁSTICO É O PROGRAMA DE DOMINGO NA GLOBO...

Anônimo disse...

GOVERNADOR SERGIO CABRAL (PMDB) E O MAIS CORRUPTO. MARACANÃ 1,5 BILHAO, REGIAO SERRANA O DINHEIRO SUMIU, BONDINHO DE SANTA TEREZA DINHEIRO SUMIU, UPA FEITA DE LATA CUSTA TRES VEZES MAIS, 14 BOMBEIROS, 18 PM EXPULSOS E GANHAM O PIOR SALARIO DO BRASIL, CACHORRO VIAJANDO DE HELICOPTERO. 2(DUAS) MANSOES E MANGARATIBA NAO COMPROVOU RENDA, COMPRA VOTO NA ALERJ, FARMACIA POPULAR FECHADA, TEM UM ESQUEMA COM O DONO DA EMPREITEIRA DELTA, QUIS VENDER OS BATALHOES DA PM PARA CONSTRUIR HOTEIS DE LUXO, SUPERVIA E METRO E DA ESPOSA DO CABRAL, BANDIDAGEM ESTA TODA NA BAIXA, ZONA OESTE, NITEROI E SAO GONÇALO, ETC...

Anônimo disse...

porque ninguem comenta que mais uma vez a pec nao saiu se o prazo final era dia 17/09/13? como os blogs foram silenciados. abaixo as ultimas da pec 300.


Deputados que compõe a base de defesa da aprovação da PEC 300, Major Fábio, Otoniel Lima, Arnaldo Farias de Sá, dentre outros, o ex deputado federal Capitão Assumção e demais lideranças do movimento se reuniram com o presidente da Câmara dos Deputados Henrique Eduardo Alves conforme o próprio presidente havia marcado para hoje, dia 17 de setembro.

Inicialmente o presidente da Câmara tentou adiar a reunião, mas após muita negociação por parte dos deputados presentes, a reunião iniciou.

O presidente da Câmara não explicitou sobre a posição dos governadores. O clima sentido segundo um dos presentes era literalmente de "barrigada", como tantas outras reuniões que foram realizadas ao longo desses 5 anos de tramitação da PEC 300.

Henrique Eduardo Alves é o terceiro presidente da casa a prometer pautar a PEC 300 e também o terceira a não cumprir sua palavra.

Inacreditavelmente puxaram o assunto da PEC 24 de autoria do senador João Capiberibe (PSB-AP) que cria o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Segurança Pública. Segundo a mesa diretora talvez seria melhor esperar a tramitação desta PEC para enfim tratar da PEC 300.

Major Fábio e Capitão Assumção argumentaram que policiais e bombeiros não aguentam esperar mais, "não aguentamos mais ser enrolados".



Frustração - Apesar do empenho de nomes como Major Fábio e Capitão Assumção,
o Presidente da Câmara dá uma nova "barrigada" na categoria.


O Deputado Arnaldo Farias de Sá alegou que se a PEC 300 não for votada a situação tende a ficar complicada durante a Copa do Mundo em 2014. Major Fábio disse que possivelmente a situação se complique antes, devido a insatisfação e a revolta dos operadores de segurança.

Lamentavelmente mais um presidente da Câmara dos Deputados não respeita os policiais e bombeiros do Brasil e paga pra ver a reação da classe policial.

Nova reunião foi marcada para o dia 02 de outubro.


Reação

Como sempre o editorial do nosso site defendeu, a PEC 300 só sairá do papel com a pressão da classe policial. Não há mais argumentos diante dessa situação que se arrasta há 5 anos. Não me venham com proposta de reunião e manifestação com bandeirinha. Este governo do PT, essa Câmara dos Deputados estão se lixando pela segurança público do país. Ou mostramos realmente do que somos capazes ou podemos esquecer.

Se houver sangue nas veias dos profissionais de segurança pública do Brasil a resposta precisa ser dada de forma contundente com radicalização seja na Copa do Mundo, seja antes.

A votação da PEC 300 só depende de você! Se somos homens e mulheres capazes de pegar bandido a unha, sejamos capazes de enfrentar esse governo safado e sem palavra!



Fernando Almança
Editor PEC300.COM

Anônimo disse...

Os pontos negativos do Cabral superam os pontos positivos... Considerando o Estado do Rio de Janeiro como um todo, ele não fez quase nada na área de segurança pública, apenas transferiu os bandidos da capital para o interior. Bandidos têm que ser presos, o Governo do Estado não pode negociar com criminosos! Os soldos de cabos e soldados da PMERJ e do CBMERJ ainda estão abaixo do salário mínimo vigente, ou seja, os Militares Estaduais ainda não recebem salários dignos!

Anônimo disse...

Quando eu digo interior, a Baixada Fluminense também está incluída. Não podemos oferecer segurança pública apenas na capital, a PMERJ é estadual, não é municipal!

PRAÇA INDIGNADO disse...

AS UPAS SÃO FABRICAS EM BARRA DO PIRAÍ,PELA MBP,METALÚRGICA BARRA DO PIRÁI,ONDE O PROPRIETÁRIO É AMIGO INTIMO DO CABRAL E PEZÃO...

GLADIADOR disse...

CONTINUEM VOTANDO EM WAGNER MONTES,PAULO RAMOS,FLÁVIO BOLSONARO,CORONEL JAIRO,TODO ANO É A MESMA LADAINHA,ME DIGAM O QUE ESTES SENHORES FAZEM POR NÓS,ALÉM DAQUELAS FALSAS PROMESSAS DE CAMPANHA QUE TODOS ESTAMOS CARECAS DE SABER,O DEP.WAGNER MONTES É O PIOR DELES FICA NA TV SE ESGUELANDO MAIS SEMPRE ESTÁ BAMBEANDO NO MURO QUANDO TEM OCORRÊNCIA ENVOLVENDO PM,NÃO SE CANDIDATOU A GOVERNADOR PORQUE LEVOU UMA BOA GRANA DO CABRAL DISSO ELE NÃO FALA,CEL JAIRO E PAULO RAMOS FAZEM LEIS INCONSTITUCIONAIS,FLÁVIO BOLSANARO PRA ELE TUDO TÁ BOM,CAMBADA DE SAFADOS!

Anônimo disse...

Gladiador falou tudo!!

Anônimo disse...

GLADIADOR FALOU TUDO!

Anônimo disse...

Sr. Sergio Cabral é o pior bandido q o rio de janeiro tem. Monopolisou as barcas, os pedágio as empresas de ônibus q pertence seu sogro e acabou com a policia do rio de janeiro. Esse marginal travestido de governador e um grande perigo pra sociedade carioca. Essa guerra é culpa dele a policia sem combustivel e sem munição.