domingo, 22 de março de 2015

Pezão é recebido no Complexo do Alemão com placa 'Fora UPP'


O governador do Estado, Luiz Fernando Pezão, se reuniu por meia hora com líderes comunitários do Complexo do Alemão na tarde deste sábado (21). Na chegada de Pezão, um morador segurava uma placa com a frase "Fora UPP". Ele socorreu Vanessa Aparecida de Abicassis, morta nesta quinta-feira (19), depois de ser atingida por um tiro de fuzil no peito na comunidade. Vanessa foi enterrada neste sábado, e deixa o marido e dois filhos, um com paralisia.

A Polícia ainda investiga a autoria do disparo. O conjunto de favelas possui nove UPPs e tem registrado constantes trocas de tiros entre policiais e traficantes.

"Virei as costas e a vi caída no chão. Com UPP não era para acontecer isso, mas eles trocam tiros e deixam moradores no meio, não há inteligência, investigação. Vivemos com policiais com fuzis nas nossas casas, nas vielas, sendo revistados diariamente. Quando era só tráfico não havia tanta bala perdida assim", disse Márcio de Alencar à Folha.

Pezão, por sua vez, pediu perseverança: "Gostaria de saber quem é esse morador. Pois acabei de sair de uma reunião onde todos querem a paz. E a paz vale para os dois lados: o policial e o morador. Quem não quer a paz é aquele que acha que pode ser o dono do território, o tráfico. Tivemos falhas e excessos policiais, também tivemos violência contra policiais. Nada disso é aceitável. Temos que perseverar."

O corpo de Vanessa foi enterrado neste sábado, no cemitério de Inhaúma, na zona norte do Rio. Ela deixou o marido e dois filhos, um com paralisia.

Um comentário:

Bruna Lima disse...

Esse morador que preferia o tráfico no lugar da UPP ou é doido ou tinha algum esquema com o poder paralelo, porque só pode... Pezão está certo, tem que ter um esforço de ambos os lados, o governo tá fazendo o trabalho dele, a UPP melhorou muito a criminalidade sim, é inegável.