terça-feira, 17 de novembro de 2015

ALERJ: CPI para apurar mortes de policiais


A CPI criada para apurar mortes e incapacitação de profissionais de segurança pública ouviu o cel Roberto Gil da Conceição por duas horas. Ele disse que um estudo feito entre 2013 e 2014 revelou que a maioria dos policiais mortos no estado são atacados em horários de folga. O cel disse ainda que os policiais que atiram menos, morrem menos e que os aqueles que efetuam muitos disparos são chamados para prestar esclarecimentos.

Um comentário:

rafael theodoro disse...

Pessoal que gosta do Jair Bolsonaro e seu filho Flávio Bolsonaro, é esses mesmos que defendem abertamente a polícia e forças armadas. de uma força ao grupo de apoio ao MITO, É só clicar no link abaixo e pedir para entrar no grupo

https://www.facebook.com/groups/455115624676042/?fref=ts

CAVEIRA!!!