quarta-feira, 16 de abril de 2014

PM da Bahia decreta greve

 O clima de tensão dominou Salvador na noite desta terça-feira (15), após os policiais militares decidirem entrar em greve. Os ônibus deixaram de circular na capital baiana após às 21h, e os trabalhadores noturnos foram liberados mais cedo. Temendo uma onda de violência, o governo do Estado já anunciou que pediu apoio à Força Nacional. Escolas e faculdades também suspenderam aulas.
Os militares se reuniram a portas fechadas, e a paralisação foi anunciada pelo presidente da Aspra (Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia), Marco Prisco, que disse que a proposta do governo foi rejeitada. Eles alegam que tentam um acordo com o governo há nove meses, com pedido de melhoras no plano de carreiras e reajuste.
O clima ficou tenso durante a assembleia, e parte dos cerca de 10 mil policias que foram ao encontro entoaram cânticos de "ô, ô, ô, a PM parou". O deputado estadual Capitão Tadeu Fernandes (PSB), que também representa os militares, disse que o governo foi "tímido em suas propostas" e "não cumpriu a lei de isonomia entre ativos e inativos."
Em nota divulgada no fim da tarde, a SSP-BA (Secretaria de Segurança Pública da Bahia) informou que vem "mantendo o diálogo aberto e franco com as associações representativas da Polícia Militar, se comprometeu a rever os pontos apresentados na proposta de modernização da PM, como o Código de Ética, o Plano de Carreira dos Praças e Oficiais e as promoções na corporação, antes das propostas serem enviadas para a Assembleia Legislativa."

3 comentários:

Almir Ferreira disse...

ENGRAÇADO A TERRORISTA CHEFE PEDIR E O GOVERNADOR ATENDER A PRISÃO DO VEREADOR NO CRIME DE SEGURANÇA NACIONAL, O MINISTERIO PUBLICO FEDERAL É MUITO ATUANTE , UM HOMEM QUE ATENTA QUANTO A SEGURANÇA DO ESTADO, ENQUANTO NO RIO DE JANEIRO HOMENS DESFILAM DE FUZIS OSTENSIVAMENTE E SÃO TRATADOS COMO PESSOAS MAU ORIENTADAS , O EXÉRCITO É EXECRADO , SERVE DE PALHAÇO NA MÃO DA GUERRILHEIRA CHEFE , PELO MENOS OS POLICIAIS DEMONSTRAM MAIS CORAGEM E DISPOSIÇÃO DO QUE OS MILITARES FEDERAIS , QUE NÃO PASSAM DE VACAS DE PRESEPIO , PARABÉNS BRIOSA DA BAHIA ,

Almir Ferreira disse...

MILITARES DAS DITAS FORÇAS ARMADAS SE ESCONDEM ATRÁS DOS VELHOS REGULAMENTOS E NÃO SÃO CAPAZES DE SER CRIATIVOS , PORRA TENHAM CORAGEM DE SE IMPOR COMO MILITARES , HOMENS E CHEFES DE FAMÍLIA

Anônimo disse...

prezado blogueiro, boa tarde.
gostaria de trazer aqui um esclarecimento sobre um assunto que estao pondo na cabeca dos policiais que nao passa de mais uma vez bizus furados que alguem nao sei por que insiste em divulgar nao sei com qual intuito.
trata-se da aposentadoria aos 25 anos.
alguns colegas estao acreditando nesta mentira e estao sendo covardemente transferidos de batalhoes por entrar com requerimento pedindo a tal aposentadoria
nao sou policial e sim advogado, mas tenho muitos amigos na gloriosa e tenho ouvido muito falar na sumula vinculante n 33 do stf que realmente ja foi aprovada mas infelizmente nada mudará em relacao aos policiais.
in verbis
“Aplicam-se ao servidor público, no que couber, as regras do Regime Geral de Previdência Social sobre aposentadoria especial de que trata o artigo 40, parágrafo 4º, inciso III, da Constituição Federal, até edição de lei complementar específica.”
esta é a sumula que ainda nem foi publicada mas como podem ver ela trata apenas do inciso 3 do paragrafo 4 do artigo 40, e como veremos a seguir tal inciso só trata dos trabalhadores que trabalham em condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física e naos dos que trabalham em atividade de risco na qual se enquadram os pms bms e pcs infelizmente.
§ 4º É vedada a adoção de requisitos e critérios diferenciados para a concessão de aposentadoria aos abrangidos pelo regime de que trata este artigo, ressalvados, nos termos definidos em leis complementares, os casos de servidores: (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 47, de 2005)

I portadores de deficiência; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 47, de 2005)

II que exerçam atividades de risco; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 47, de 2005)

III cujas atividades sejam exercidas sob condições especiais que prejudiquem a saúde ou a integridade física. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 47, de 2005)
portanto caro blogueiro gostaria que vc divulgasse para que nossos sofridos policiais nao continuem se enganando com esses boatos que so prejudicam a tropa.
se puder divulgue isto na pagina principal pois nem todos observam os comentarios.
um abraco a todos.
dr oliveira.