quarta-feira, 24 de março de 2010

Estudantes pedem 50% das verbas do pré-sal para a educação

 
Para as organizações estudantis, 50% do fundo deveria ser investido na educação, em programas voltados para educação básica, na assistência aos alunos do ensino superior.

Cerca de 600 pessoas saíram da Candelária rumo à Cinelândia, no evento promovido pela União Nacional dos Estudantes (UNE) e União Estadual dos Estudantes (UEE), reivindicavam 50% das verbas do pré-sal para a educação.
Um dos focos da manifestação é o fundo social a ser criado com as receitas da exploração do petróleo pré-sal. Para as organizações estudantis, 50% do fundo deveriam ser investidos na educação, em programas voltados para educação básica, na assistência aos alunos do ensino superior.
Outra reivindicação dos manifestantes é o subsídio aos estudantes no acesso ao transporte público. Eles cobram do prefeito Eduardo Paes maior compromisso com a promessa feita durante a campanha eleitoral de criar a meia passagem para os estudantes universitários da rede pública e privada.
Os manifestantes ainda pediam o fim das restrições do passe livre dos alunos do ensino médio. Segundo os estudantes, desde a implantação da carteira eletrônica para o passe livre, muitos alunos têm que pagar a sua passagem para a escola, pois os cartões apresentam falhas.
– O cartão não pode restringir o passe livre dos estudantes – reclamou uma manifestante.

8 comentários:

Anônimo disse...

Caros amigos, hoje não só na política,mas também na polícia militar quem tem amigo tem Comando, para quem não Sabe quem manda e desmanda na PMERJ é o Cel Pinheiro Neto , ele quem escole os Comandantes e as respectivas promoções, não se surpreendam com quem conseguiu o Comando do 23º BPM,nada mais nada menos, que o Ten Cel Rogério Leitão, aquele que na época que era Relações Públicas expulsou uma digna e respeitada jornalista Vera Araújo do Quartel General, hoje está no23ºBPM, local que gosta,pois lá existem várias Fens a sua altura como a P.sambista Ten Júlia e Cap Fabiana Silva, Loira dos alhos claros, do jeito que ele gosta, não há quase negras, pior se houver tenha a plena certeza de ser transferida ou retornar as origens como escrava, pois além de se dizer pastor da Igreja de Vilar dos Telles,serviço como qualquer segurança dita como ilegal, é rancoroso, vingativo, racista e traidor, que já está colocando suas mangas de fora recebendo dinheiro dos amigos do Bicho, caça níquel, arrego dos traficantes da Rocinha, assim vai ficar rico, pois além de seu salário da PM e o que recebe e rouba da Igreja ainda tem suas falcatruas ilegais, sua esposa Sargento da PM do quadro combatente, serve no CFAP, como dentista e trabalha meio expediente 2x na semana e o pior ainda deram este comando para ele ser promovido em abril, só porque faz parte da quadrilha do Cel Pinheiro Neto, assim como outros amigos que passaram a Comandar outras Unidades, o CMT Geral é uma água de Salsicha não manda nada, sua esposa já vai fazer o Curso Superior de Polícia para que até o final do ano, no apagar das luzes dê cangalha em todos e saia Ten Cel, só mesmo na PMERJ, cada um tem o chefe e o salário que tem.

Anônimo disse...

essa garotata não COMPARECERAM na MICARETA DO CABRAL?

Anônimo disse...

A assessoria de imprensa da Polícia Militar confirmou, que o comandante do 22 BPM (Maré) tenente Joelson Franco Nunes, está no Hospital Quinta D´Or, em São Cristovão, sendo operado. Ele foi alvejado na perna esquerda quando saia de casa. A assessoria não informou o que aconteceu com o militar.
PQ NÃO FOI P HCPM???

Anônimo disse...

Cabral vai a Resende inaugurar Restaurante Cidadão em Resende na sexta-feira.
Ao seu lado com ceteza estará o Picciani fazendo campanha eleitoral.

Anônimo disse...

Pessoal este assunto está dando o que falar, achei um site que aconselho vocês a entrarem e participarem, existem discussões e inclusive votação a favor ou contra projetos do governo, este do pré-sal existem lá. Muito interessante, particularmente adorei! Site: Vote na web

Anônimo disse...

Venho por meio deste comunicar-vos que eu, cidadão fluminense, estou insatisfeitíssimo com o atual Governo do Estado do Rio de Janeiro. Pago meus impostos, por sinal altíssimos, e o governador não paga um salário decente, um soldo digno aos Militares Estaduais. AUMENTO DE MILITAR É FEITO NO SOLDO, não em forma de gratificações (temporárias)! Apesar de ter a segunda maior arrecadação de impostos do país, o governo do Rio de Janeiro paga o menor salário do Brasil.

O militar estadual precisa, com brevidade, de um piso salarial no valor de R$ 2.293,31 (dois mil, duzentos e noventa e três reais e trinta e um centavos) em junho/2011, para conseguir arcar com suas despesas básicas, de acordo com dados divulgados pelo DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) no dia 3 de junho de 2011. O Amparo Legal é o Inciso IV do Artigo 7º da Constituição da República Federativa do Brasil.

A arrecadação do Rio de Janeiro (2ª maior do Brasil) não justifica este salário aviltante. A gestão de recursos está nas mãos de pessoas despreparadas. Um salário de R$ 3.900,00 (três mil e novecentos reais), por exemplo, implicaria em pagamento de imposto de renda, aumento do consumo de bens e valores e consequentemente arrecadação maior para o Estado. O Rio de Janeiro ganharia em todos os sentidos, até em produtividade.

Bombeiros do PR, BA, MG e PE ganham o dobro do que os do RJ!

Anônimo disse...

Soldados do Corpo de Bombeiros do Paraná, Bahia, Minas Gerais e Pernambuco ganham pelo menos o dobro de salário que seus colegas do Rio de Janeiro, que estão em greve para aumentar suas remunerações (um soldado bombeiro, em início de carreira, ganha menos de R$ 1.000,00).


Os bombeiros paranaenses ganham 150% mais do que os bombeiros fluminenses. Os bombeiros baianos ganham 105% mais do que os bombeiros fluminenses. Em Pernambuco, onde os soldados do Corpo de Bombeiros ganham mais ou menos o dobro do que paga o Governo do Rio, os bombeiros têm feito caminhadas e assembleias para pedir um salário de no mínimo R$ 2.400,00.

Fonte: Folha de São Paulo

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/926235-bombeiros-do-pr-ba-mg-e-pe-ganham-o-dobro-do-que-os-do-rj.shtml

É incrível a subserviência da mídia fluminense ao governo do Estado do Rio de Janeiro. Somente a imprensa externa dá ênfase a essas disparidades salariais entre servidores de mesma categoria considerando os outros Estados com o do Rio. Por que será?

Anônimo disse...

O Comandante-Geral da PMERJ deveria atentar para a necessidade da REDUÇÃO DO INTERSTÍCIO para as promoções de Terceiro-Sargentos PM concursados (concludentes do CFS) à graduação de Segundo-Sargento PM e às graduações subsequentes, em conformidade com o DECRETO Nº 39.109, DE 04 DE ABRIL DE 2006, situação amparada pelo princípio constitucional da isonomia.

Se não beneficiarmos os bons PMs, a tropa ficará nivelada por baixo. Incentivar o estudo na corporação, investindo em concursos internos e valorizando os Sargentos concursados, é uma medida fundamental para melhorar a qualidade do serviço policial militar.

O PLANO DE CARREIRA NO RIO DE JANEIRO É INJUSTO. As Promoções de Praças por Tempo de Serviço, para serem justas, deveriam considerar o TEMPO NA GRADUAÇÃO, pois assim elas beneficiariam também os PMs promovidos por bravura ou por concurso interno.