segunda-feira, 15 de março de 2010

Vagner Love escoltado por traficantes na Rocinha



 ATACANTE DO FLAMENGO DISSE:
“Eu sempre frequentei, sempre fui e não vejo problema nenhum isso. Eu costumo ir a alguns lugares, tenho alguns trabalhos sociais em alguns lugares desses e por isso eu frequento, tenho afilhado, tenho amigo. Então nunca vou deixar de frequentar a minhas origens, minhas raízes”, disse o jogador.

Ao ser questionado sobre se viu homens armados na Rocinha, ele disse que se trata de algo “normal”. “Isso aí é normal. Qualquer favela que você for hoje no Rio de Janeiro você vai ver isso”, disse Love.

O jogador disse ainda não ver problema em participar de festas ao lado de alguns dos traficantes mais perigosos do Rio. “Eu vi isso muito isso quando era mais jovem, convivi com isso. Já perdi amigos já na criminalidade, mas nunca me envolvi, nunca usei drogas, vou para me divertir porque eu gosto.”

Vagner Love terá que se explicar  para polícia as imagens em que aparece junto a criminosos armados na Rocinha

8 comentários:

Anônimo disse...

governo cabral é fechado com o tráfico da rocinha através do claudinho da academia

Anônimo disse...

Servidores farão assembléia contra demolição do Iaserj
15/03/2010
Da Redação do Sindsprev/RJ

Para decidir que medidas tomar para impedir a demolição do Hospital Central do Iaserj, os servidores da unidade farão assembléia extraordinária, nesta quarta-feira, dia 17 de março, às 13 horas, no pátio do hospital (Rua Henrique Valadares, 107, Cruz Vermelha).O prédio do Iaserj Central, próximo à Praça da Cruz Vermelha, seria demolido e, construído no lugar, um complexo pertencente ao Instituto Nacional do Câncer (Inca), um hospital federal. A verba para a obra é do Ministério da Saúde. A partir do dia 5 de abril estarão sendo colocados tapumes cercando o Iaserj, com publicidade do governo federal. Segundo o projeto, a demolição será feita com os pacientes dentro da unidade. O Iaserj, criado em 1932, quando o Rio de Janeiro ainda era a capital do país, teve as suas unidades erguidas e equipadas, através das contribuições compulsórias dos servidores (2% do salário). Pela Constituição do Estado e por lei específica, ele pertence de fato e de direito a estes trabalhadores, sendo, portanto, a doação do prédio do Iaserj, feita pelo governador do estado ao Inca, ilegal, inconstitucional e imoral...

http://www.sindsprevrj.org.br/jornal/secao.asp?area=13&entrada=395

Anônimo disse...

Quando Lula esteve lá onde estavam os traficantes? Houve um acordo e o mediador foi o claudinho da academia

Quanta hipocrisia... Será que a polícia não sabia que naquela "comunidade" havia bandidos armados até os dentes?

Anônimo disse...

Bandidos da Rocinha armados com uma AT4, um tipo de bazuca de fabricação sueca usada pelo Exército americano, capaz de destruir tanques de guerra...

COMO ISSO ENTRA NO BRASIL????

Anônimo disse...

Quem tem obrigação de dar explicações é a polícia. Onde está o coronel que mandou um cabo buscar o carro da mulher dele dentro de uma favela após negociar com bandidos?

Quem tem obrigação de dar explicações é a polícia. Onde está o coronel que mandou um cabo buscar o carro da mulher dele dentro de uma favela após negociar com bandidos?

lula disse...

O protesto do Rio é contra Lula e Dilma.
Os dois únicos culpados que podem ser punidos pela lambança da mudança da legislação dos royalties sobre o petróleo são Luiz Inácio Lula da Silva, o atual presidente, e Dilma Rousseff, a pretendente que pretendeu usar o pré-sal como alavanca eleitoral. Foram eles que mexeram no tema de forma açodada, em pleno ano eleitoral, sem a mínima necessidade, pois o tema exige, como se vê, amplo debate. O governador espalhafatoso e o prefeitinho fantoche do Rio de Janeiro estão em uma imensa saia justa. Protestar contra quem? Contra os demais estados? Além de burro e imbecil, seria um ato absolutamente infrutífero, que apenas aprofundaria os rachas na federação. O protesto deve ser contra Lula e Dilma, os únicos que podem vetar o projeto aprovado na Câmara e que já seguiu para o Congresso, mesmo que o veto possa ser derrubado. Lula e Dilma devem ser pressionados a tomarem uma posição clara: concordam com o Rio e o Espírito Santo e discordam dos demais estados? Vão destinar outros recursos aos estados produtores para compensar eventuais perdas? Vão aumentar a fatia do bolo para os demais estados brasileiros sem prejudicar o estados produtores? São questões muito simples a serem colocadas para os dois únicos responsáveis por tamanha crise. Os traidores do Rio de Janeiro e do Espírito Santo têm nome e sobrenome: Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, que não honraram o que estava combinado (manter o status atual e legislar para frente, para o futuro) e que não quiseram pressionar a maioria que possuem no Congresso para buscar, pelo menos, o equilíbrio em questão tão relevante. Portanto, podem preparar a faixa: " Dilma, o meu royaltie de volta ou não tem voto!".

Anônimo disse...

Veículo comprado por Adriano em 2008 foi registrado em nome de Marlene Pereira, mãe do traficante Mica
POR LESLIE LEITÃO


O documento no nome de Marlene Pereira de Souza, mãe de Mica | Foto: ReproduçãoRio - Paulo Rogério de Souza Paz, o Mica, completa 32 anos amanhã. Boa parte de sua vida foi dedicada ao crime. Chefe do tráfico dos morros da Fé, Chatuba, Caracol e Sereno, na Penha, ele se tornou um dos bandidos mais procurados pela polícia carioca. Tem dez anotações em sua ficha criminal e sete mandados de prisão, sendo três deles por homicídio. Um currículo que credencia o criminoso a fazer parte do rol de ‘pessoas ruins’, como citou o Imperador no domingo, ao fazer o gol da vitória sobre o Vasco e mostrar a inscrição ‘Que Deus perdoe essas pessoas ruins’

Em julho de 2008, Adriano comprou uma motocicleta avaliada em R$ 35 mil que foi registrada em nome da mãe de Mica. Apesar de ela, então com 64 anos, jamais ter tirado a Carteira Nacional de Habilitação.

Na época, o craque rubro-negro, na verdade, comprou duas motos zero-quilômetro, modelo Hornet 600, uma de cor vermelha e outra preta, em loja de Vicente de Carvalho.

O pagamento, feito com o cartão de crédito de Adriano Leite Ribeiro — como mostra a nota de compra à qual ‘O DIA’ teve acesso —, foi feito por um ex-amigo do craque, identificado como Marcos.

Anônimo disse...

PESSOAL DA SEGURANÇA PÚBLICA,TEMOS QUE IR LÁ VAIAR O VAGABUNDO E MENTIROSO SERGIO PINÓQUIO CABRAL DE MERDA. ELE MERECE SER XINGADO E VAIADO O TEMPO TODO. SÓ QUERO VER A CARA DESSE ESCROQUE ASSIM QUE ELE FOR INSULTADO POR NÓS, PMS, BMS, PROFISSIONAIS DE SAÚDE E EDUCAÇÃO