terça-feira, 3 de maio de 2011

Bombeiros RJ - Manifestação - Largo do Machado




A liderança da manifestação fez um acordo com o Secretário de Governo. Foi evitada a marcha de hoje (até o Palácio da Guanabara) por conta de uma reunião que será realizada amanhã às 10hs. Se a reunião não for proveitosa já estará marcada a próxima manifestação para o dia 10 de maio de 2011, às 14hs na ALERJ.

28 comentários:

Anônimo disse...

Os bombeiros e policiais são e serão sempre importantes.Se as condições apresentadas pelo governo não forem convenientes,as manifestações continuarão.

Anônimo disse...

Senhores comandantes que não fazem nada em função da tropa,sumam, botem o pijama.

Anônimo disse...

Gostei de Ver, Bombeiros e PMs no local!!!

Anônimo disse...

Bombeiros de Itaperuna,(noroeste fluminense), juntos na luta. Chega de arbitrariedades, chega de desmandos, queremos dignidade, AGORA!!!!!

Anônimo disse...

PMs Vamos Sair do Batalhões,e partir pra Guerra.

Anônimo disse...

Hoje eu pude ver varios PMs na Manifestação,muito bom!!!

Anônimo disse...

BOMBEIROS MILITARES - MOBILIZAÇÃO - LARGO DO MACHADO - SUCESSO.
O ato cívico-democrático realizado por Bombeiros e Policiais Militares, na tarde dessa terça-feira, no Largo do Machado, foi um grande sucesso, isso é indiscutível.
Cerca de quinhentos mobilizados, ordeira e pacificamente, realizaram uma grande assembleia na praça pública, ao lado do povo e decidiram os próximos passos da mobilização. A presença de Policiais Militares aumentou, mas ainda é tímida, sendo necessária uma grande divulgação nos quartéis com relação aos próximos atos públicos.
Logo no início do ato, os mobilizados souberam através do policiamento do BPChoque presente no local (5 viaturas), que a ordem do governador Sérgio Cabral era evitar que os mobilizados caminhassem até o Palácio Guanabara. Tudo indica que o governo quer colocar Policiais Militares contra Policiais Militares e Bombeiros Militares, mas não conseguirá.
Discursaram os deputados Paulo Ramos, Djanira e Flávio Bolsonaro, além de vários Bombeiros e Policiais Militares, sempre em um clima de completa ordem e sob o aplauso dos mobilizados e da população que acompanhou a mobilização.
Membros da comissão informaram que amanhã, às 10:00 horas, ocorrerá uma reunião entre representantes dos mobilizados, deputados e o secretário de governo, Wilson Carlos, para discussão das pretensões dos Bombeiros e Policiais Militares.
O resultado da reunião será publicado no site www.sosbombeiros.com.br
A realização da reunião fez com que os mobilizados optassem por não caminharem até o Palácio Guanabara, dando um voto de confiança ao governo estadual, entretanto, marcaram de imediato uma nova data para mais uma mobilização: o dia 10 MAI 2011, às 14:00 horas, na ALERJ.
É importante que os Policiais Militares divulguem esse próximo ato para que o número de PMs seja cada vez maior.
A mobilização transcorreu de forma tranquila e não houve qualquer problema entre os mobilizados e o policiamento, sendo injustificável a presença do comandante do BPChoque no Largo do Machado.
Como de costume postarei um vídeo amador sobre os principais momentos do evento.
A nota triste foi a ausência de grande parte da mídia, mais uma vez, considerando que só o Jornal do Brasil e a Rede Record estiveram presentes ao Largo do Machado. Parabéns aos presentes!
Hoje a ausência da imprensa ganhou um relevo especial, pois o dia 03 de maio é o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, uma liberdade que poucos órgãos da mídia do Rio de Janeiro demonstram possuir.

Emanuel disse...

Espero a poliçada no próximo evento juntos somos forte

Anônimo disse...

PARABÉNS AOS POLICIAIS QUE ESTIVERAM EM BUSCA DE DIGNIDADE PARA SI E PARA SUA FAMÍLIA. VAMOS CHEGAR POLIÇADA A LUTA NÃO É SÓ DOS BOMBEIROS. TEM MAIS, SABENDO COM QUEM SE ESTÁ LIDANDO, É MELHOR NÃO FACILITAR. PORQUE SE APENAS UM PEDIR, EMBORA INCONSTITUCIONAL, É CAPAZ DE DÁ PARA UM, E NÃO DÁ PARA OUTRO, VAMOS PENSAR BEM, NÃO HÁ ESCRÚPULOS/DECÊNCIA.

Anônimo disse...

Rio
Hoje às 17h36 - Atualizada hoje às 17h39
Bombeiros pedem melhores salários em manifestação no Largo do Machado
Jornal do Brasil
Publicidade

Bombeiros e salva-vidas fazem, na tarde desta terça-feira, um protesto no Largo do Machado, Zona Sul do Rio de Janeiro. Os manifestantes farão uma caminhada até o Palácio Guanabara, onde pretendem pedir ao governador Sérgio Cabral melhores condições de trabalho e aumento salarial para a categoria. O Batalhão de Choque da Polícia Militar e agentes da CET-Rio acompanham a movimentação, que ainda não causa transtornos no trânsito.

Os bombeiros também querem que o comando da corporação cancele a transferência de 36 servidores. De acordo com os militares, as transferências seriam uma punição contra os servidores que reinvidicavam melhorias. Na semana passada, o Jornal do Brasil divulgou uma gravação de 12 minutos no qual o comandante do 2º Grupamento Marítimo (Barra da Tijuca), Márcio Magalhães Lessa, ameaçava punir bombeiros que participassem das manifestações.

“Hoje tem mais manifestação de vocês, não tem? Então, vou avisá-los que quem estiver lá já tem dois ônibus esperando por vocês. Vão direto para o Gepe (Grupamento Especial de Policiamento). E também tem uma juíza esperando para lavrar os autos de flagrante de quem estiver lá. (...). Tá todo mundo lá. Toda a força policial. Vão prender, vão prender, vão prender e acautelar”, ameaça o homem que, segundo denúncias, seria o comandante do GMAR da Barra.
Tags: bombeiros

Anônimo disse...

Esse Wagner Montes é um garganta, é colado com Sérgio Cabral.Nada dele é aprovado para os BMs e PMs.O salário mínimo para corresponder ao soldo que beneficiaria os BMs e PMs está parado na Alerj.Ele nem toca no assunto.

Anônimo disse...

GPE é mais um aumento disfarçado só para alguns
A ASSINAP entrará com ação coletiva contra a Gratificação por Plantão Extra (GPE)

O próprio nome da gratificação é auto-explicativo e já induz a irregularidade. Se militares não tem carga horária definida, como ganhar por plantão extra?
Conforme é sabido, nos governos Cabral, o CBMERJ foi vinculado à Secretaria de Saúde com o fito de, mesmo inchando o CBMERJ, contratar médicos e profissionais de saúde como militares e assim os faze-los a seguir os regulamentos disciplinares e principalmente a receber os baixos salários da categoria.
Agora, ao propor pagamento de hora extra para socorristas, o governo discrimina o militarismo como um todo, além do que os termos de decreto da GPE têm proposital imprecisão jurídica para camuflar aumento salarial de forma discriminatória.

A ASSINAP entrará com ação coletiva, assim que a gratificação for implantada. Para tal, solicitamos desde já aos nossos associados que venham a receber essa gratificação que nos envie cópia do contracheque para que sirva de prova para a ação prevista. Não iremos identificar o titular do contracheque.

Anônimo disse...

Senhores,o titular é mentiroso, não cumpridor das suas promessas,enganador,não valoriza os funcionários públicos,não tem respeito pelos mesmos e semeia a pobreza entre os funcionários.Agora imaginem,ele vai apoiar o seu vice.Reflitam: Se o titurar é péssimo, imaginem o seu vice.

Marcelo disse...

Sou Bombeiro da turma de 97 e a muito tempo escuto que vai melhorar ja que nossa manifestação não esta adiantendo sugiro que façamos uma paralização não de atendimento ao publico com incendio, colisão e coisas parecida mais sim vamos parar nossos "RABECÃO" pelo menos por 15 (quinze) dias o o o Sr. Segio Cabral com a nossa atitude resolva a pensar um pouco melhor e da um salario digno para nossa categoria não podemos esquecer que as OLIPIADAS e a COPA DO MUNDO esta ai batendo em nossas portas e o Governador não vai querer um caos desse no seu mandato. Ele quer desmotivar o nosso movimento dando gradificação na area de saude de até R$ 2.600,00 por plantão extra de 24hr isso e um absurdo com o dinheiro q ela vai pagar as gratificações poderia nos dar um aumento descente. Estarei sempre de acordo caom nossas manifestação e apoiarei o que a maioria desistir

Anônimo disse...

gostaria de ver , tolerançia zero de todos os batalhões.Seria a solução.

Anônimo disse...

Nessa quarta-feira, o governo Sérgio Cabral resolveu desafiar os Bombeiros e os Policiais Militares.
Apesar da demonstração de bom senso dada ontem pelos mais de 500 BMs e PMs que estavam no Largo do Machado, decidindo por não marcharem até o Palácio Guanabara, hoje, o secretário de governo Wilson Carlos desmarcou unilateralmente a reunião com os mobilizados e com um grupo de deputados.
Governador, não tenho dúvidas, não ocorrerá traição na mobilização dos Bombeiros, pois nela os Oficiais são raríssimos, portanto, o governo não ficará sem uma resposta pelo desafio, uma resposta dura, podem escrever.
Os mobilizados estarão reunidos na ALERJ, no dia 10 MAI 2011, às 14:00 horas, para decidirem os próximos passos, movimentos que podem ser radicais.
A ordem é bradar geral, convocar todos os que estão de folga, tanto no Corpo de Bombeiros, quanto na Polícia Militar, assim como, os inativos e as pensionistas.
O governo foi irresponsável, a ele toda a responsabilidade.

Anônimo disse...

Cabral fecha mais um hospital, agora é o da Polícia Civil
Manchete reproduzida de O Globo on line
Manchete reproduzida de O Globo on line



Só mesmo no Rio de Janeiro que são tomadas soluções desse jeito. Fecha-se um hospital para depois ver como é que fica. Agora é o Hospital da Polícia Civil que funciona na Praça Mauá. Cabral decidiu ceder o prédio para o prefeito Eduardo Paes fazer um museu dentro do projeto Porto Maravilha. Só que o governador anunciou que os policiais civis sairiam ganhando porque iria construir um novo e mais moderno hospital para a instituição.

É claro que nada disso aconteceu. O hospital foi desativado e ainda nem está definido o terreno da nova unidade. A promessa agora é que em seis meses será erguido um hospital nos moldes das UPAs, com conteiners. Até lá alguns serviços foram transferidos para a Academia de Polícia, onde vão funcionar precariamente e outros simplesmente suspensos.

Se Cabral agir como fez com o Hospital Pedro II, em Santa Cruz que pegou fogo em outubro do ano passado e até hoje nada aconteceu, os policiais civis podem esperar sentados.

Aliás, na gestão de Cabral já foram fechados os hospitais, de Infectologia, que ficava no Caju; o IASERJ, na Praça da Cruz Vermelha; e o de Barra de São João. O único que foi inaugurado foi o Hospital da Mulher, em São João de Meriti, que Rosinha deixou bem adiantado.

É assim que a saúde é tratada no Rio. Hospitais fecham em vez de novos serem inaugurados e os existentes serem reformados. Continuamos andando para trás.

Anônimo disse...

Sérgio Cabral sempre vai CAGAR PARA NÓS, somente quando ele sentir MEDO dessa mobilização é que ele vai nos dar ouvidos.

Anônimo disse...

quarta-feira, 4 de maio de 2011
RESPOSTA AO DESCASO
Conforme o combinado através de reunião com o Deputado André Corrêa (Líder do Governo na ALERJ) teríamos uma reunião hoje, às 10h, com o Secretário de Estado do Governo, Srº Wilson Carlos. A reunião teria a presença de outros Deputados. Por mais uma vez os Bombeiros e Deputados do Estado do Rio de Janeiro foram desrespeitados. Esperávamos ter aberto finalmente um canal de diálogo entre os Bombeiros, Policiais e Deputados junto ao Governo do RJ, fato que não ocorreu, e só é dificultado. Fica claro que a pretensão do governo é tentar nos desmobilizar. No entanto, a cada agressão do governo contra nossa moral e bons costumes, ficamos cada vez mais FORTES. Todos BOMBEIROS E POLICIAIS que prezam pelos valores da dignidade, do idealismo, do destemor, do amor corporativo e do respeito aos interesses públicos, devem comparecer na terça-feira, dia 10 de maio, às 14h, nas escadarias da ALERJ. Os militares que estiverem saindo de serviço nesse dia, devem avançar também para a ALERJ. Lembrando, ninguém, nenhum Bombeiro ou Policial desse estado está brincando. Estamos há quase um mês constantemente nas ruas, de maneira ordeira, pacífica, disciplinada, de folga e desarmados, buscando a nossa DIGNIDADE. E se pensaram que tomando atitudes omissas, agressivas e arbitrárias desarticulariam um movimento que luta de forma justa e legal, que saibam:

"NENHUM PASSO DAREMOS ATRÁS!"

Anônimo disse...

A Polícia Militar está de parabéns,Juntos somos Mais Forte!!!

Anônimo disse...

Não podemos ter medo de ameaças de retaliações. Devemos continuar na luta contra o PIOR governador que já tivemos.

Vamos mostar à sociedade quem é esse verdadeiro vagabundo.

Anônimo disse...

A função do BOP NÃO É RETIRAR LIXOS E ENTULHOS NÃO ,SR.gov sergio cabral,O CERTO É ELES TIRAREM ESSES LIXOS DA POLÍTICA DO RJ.

Anônimo disse...

Realmente este Wagner Montes é um tremendo garganta, fica dizendo que corre a traz para os BM e PM, tudo mentira,cascata pura, porque não agita a PEC que equipara o soldo ao salário minimo virgente, de autoria do Deputado Paulo Ramos, que esta engavetada na Alerg, pois na camara federal ele não apta nada para opnar sobre a PEC300. mais na Alerg ele é um Deputado e pode gritar pelos funcionarios da segurança pública

Anônimo disse...

Chamamento geral! BMs e PMs na Alerj, próxima terça-feira (dia 10), às 14h!
Todos BOMBEIROS E POLICIAIS que prezam pelos valores da dignidade, do idealismo, do destemor, do amor corporativo e do respeito aos interesses públicos, devem comparecer na terça-feira, dia 10 de maio, às 14h, nas escadarias da ALERJ.
Bombeiros e policiais irmanados na luta por dignidade e melhores condições de trabalho
A ASSINAP apoia a luta dos bravos bombeiros e policiais. Esses profissionais só querem ser valorizados pelo trabalho essencial que prestam à sociedade.

Os militares que estiverem saindo de serviço nesse dia, devem avançar também para a ALERJ. Lembrando: nenhum Bombeiro ou Policial desse estado está brincando. Esses homens e mulheres estão há quase um mês constantemente nas ruas, de maneira ordeira, pacífica, disciplinada, de folga e desarmados, buscando DIGNIDADE.
O movimento se fortalece a cada dia, apesar das inúmeras tentativas de desarticulação.
Bombeiros e policiais lutam como irmãos por uma causa comum: melhores salários e condições de trabalho. Eles querem dignidade profissional.
A ASSINAP está junto com vocês. Até lá!

Anônimo disse...

ESPOSA DE POLICIAL MILITAR ENCAMINHA CARTA AO CORREGEDOR GERAL UNIFICADO EM DEFESA DOS BOMBEIROS.
CARTA AO ILMO. SR. DESEMBARGADOR GIUSEPPE VITAGLIANO
Excelentíssimo Senhor Desembargador e Corregedor Geral - CGU.
Na qualidade de esposa de um Policial Militar, venho até a Vossa Excelência, para esclarecer alguns pontos referente às manifestações dos Bombeiros Militares.
Chamo-me Mari Torres e venho acompanhando de perto todas as caminhadas e passeatas dos Militares, sou militante e não abandono a causa dos Bombeiros. Por essa razão eu trago algumas informações que talvez não tenham chegado até a V. Excelência.
Temos encontrado muitas dificuldades e barreiras impostas por Coronéis dentro do CBMERJ, caminhamos debaixo de chuva da Candelária ao Quartel General do Corpo de Bombeiros e no dia seguinte fizemos um ato em frente ao 2º GMAR, onde ficamos com fome e sede e fomos impedidos de usar o toalete e ainda fomos ameaçados pelo Coronel Lessa.
Os PRAÇAS vêm sofrendo represálias dentro dos seus quartéis, sendo transferidos para locais distantes de suas moradias, esses Militares estão trabalhando em situação precária, o que é muita falta de humanidade, peço que V. Excelência apure com rigor todas essas arbitrariedades que estão cometendo com os Militares.
Posso assegurar ao Senhor que as reivindicações e manifestações que vêm acontecendo, são PACÍFICAS E ORDEIRAS, eles só querem que o Governo Estadual reveja a tabela salarial e as condições de trabalho, que estão fora dos padrões normais.
Diga-me V. Excelência, reivindicar dignidade salarial é crime? Esses homens só estão nas ruas exigindo dignidade porque são homens íntegros e honestos, homens que não se envolvem com o crime organizado, não participam de milícias e muito menos se envolvem com máquinas de caça níquel. Esses homens caminham de cabeça erguida, sem ter vergonha de encarar suas famílias. Eles são a banda boa da Corporação e merecem ser respeitados como bons profissionais que são.
O que eles querem é apenas uma vida digna e ter um salário descente para cuidar de suas famílias, até aí não vejo onde está o crime. Peço a V. Excelência que veja essas sindicâncias que estão sendo abertas com muito carinho e cuidado.
Desde já sou muito grata,
Respeitosamente me despeço
Mari Torres – Militante de Coração até a última gota do meu sangue
Rio de Janeiro, 05 de Maio de 2011
Meu email. mari.9993@hotmail.com
Meu blog. www.amepm.blogspot.com
OBS: Essa carta foi protocolada hoje dia 05.05.2011 às 13:23 hs na CGU, com o número de protocolo E.09/3098/0006/11.
O telefone da cgu é 2332- 6172. Quem quiser ligar para saber é só passar o número do protocolo acima.
JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL

Anônimo disse...

A vergonha de ser brasileiro vem da cupula que se esconde atraz dos politicos, a população merece o merito de cidade maravilhosa, porque se dependesse dos governantes seria cidade do trafico de drogas... por ser um cidadão, dou merito aos bombeiros e policiais militares que merece um salario digno... o certo seria todos paralizarem e irem p as ruas ao msm tempo , parasse esta cidade por tempo indeterminado.

Anônimo disse...

O que é mais triste é que A Globo sempre está sujeita a politicagem. A reportagem feita hoje no jornal mostrou isso...foi o único canal a criticar a manifestação pacífica da corporação como se fosse um ato de vandalismo. Nada transparente, como sempre faz! Felizmente, nem todos são ignorantes para não perceberem que o canal é manipulado pelo governo. Enquanto isso, os salários dos políticos são aprovados às escondidas, em carnaval, fim de ano... quando o povo está "distraído". E para aumentar o salário de quem trabalha duro e arrisca sua vida pelo próximo...é isso aí que estamos vendo!! Eles amam a farda que vestem, mas não dá para sustentar a família e fazer um trabalho de qualidade nestas condições! Decepcionante.

Anônimo disse...

O que é mais triste é que A Globo sempre está sujeita a politicagem. A reportagem feita hoje no jornal mostrou isso...foi o único canal a criticar a manifestação pacífica da corporação como se fosse um ato de vandalismo. Nada transparente, como sempre faz! Felizmente, nem todos são ignorantes para não perceberem que o canal é manipulado pelo governo. Enquanto isso, os salários dos políticos são aprovados às escondidas, em carnaval, fim de ano... quando o povo está "distraído". E para aumentar o salário de quem trabalha duro e arrisca sua vida pelo próximo...é isso aí que estamos vendo!! Eles amam a farda que vestem, mas não dá para sustentar a família e fazer um trabalho de qualidade nestas condições! Decepcionante.