terça-feira, 9 de agosto de 2011

O arrastão na Marechal Rondon que o responsável pela área do 3º BPM disse desconhecer


Morador filma arrastão em avenida Marechal Rondon na madrugada da última sexta-feira dia 5

video

Motoristas denunciam arrastão na Marechal Rondon; PM nega

Motoristas passaram por momentos de pânico, no início da manhã desta sexta-feira, na Avenida Marechal Rondon, altura de São Francisco Xavier. Por volta das 6h, um grupo de homens armados - segundo testemunhas, alguns de fuzil - fecharam a via na altura do motel Flor de Maio. Os bandidos gritaram: "É arrastão! É arrastão!". Cerca de dez carros que passavam pelo local pararam. Pelo menos duas pessoas foram assaltadas. A situação só terminou depois que um homem atirou para o alto, fazendo os criminosos fugirem. As vítimas acreditam que era um policial à paisana que estava num dos veículos parados pelo bando.

A professora de Educação Física Vivian da Matta, de 30 anos, foi rendida por um homem com uma arma curta. O bandido levou a bolsa dela.

- Tive a presença de espírito de jogar o celular pela janela e ele não viu o aparelho. mas a bolsa se foi - contou ela, que fez o registro de ocorrência do assalto na 23ª DP (Méier).

Já o motorista particular Cléber da Silva, de 58 anos, não teve nada levado. Mas ele saiu correndo do carro quando viu os criminosos armados.

- Nem pensei duas vezes e corri para me esconder. Passo por ali todos os dias e já vi muita coisa, mas nada como isso. Passageiros apavorados saltaram de um ônibus. Foi terrível - disse ele, que ia para o trabalho.

Segundo Cléber e Vivian, carros foram roubados durante o arrastão. Até o momento, porém, não há informações sobre onde esses fatos foram registrados. Responsável pela área, o 3º BPM (Méier) disse desconhecer o arrastão.

EXTRA


Nenhum comentário: