segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Greve: Batalhão de Choque adere à paralisação


Nesta segunda-feira (2), policiais do Batalhão de Choque também paralisaram as atividades e aderiram a paralisação dos policiais e bombeiros militaresse. No momento todos estão acampados na 6ª Companhia do 5º Batalhão, no bairro Antônio Bezerra, em Fortaleza.

Pelo menos nove municípios do interior cearense também cruzaram os braços. Ao todo, estão paralisados os efetivos das cidades de Pacatuba, Maracanaú, Baturité, Canindé, Sobral, Iguatu, Itapipoca, Acaraú e Juazeiro do Norte. Os militares estão paralisados desde a última quinta-feira (29), após assembleia geral realizada no Ginásio da Parangaba.

Os policiais e bombeiros reclamam da falta de efetivo para fazer a segurança em todo o Estado. Segundo Pedro Queiroz, presidente da Aspramece, são mais de 14 mil policiais na folha, mas aproximadamente 7.400 estariam licenciados. O ideal, conforme a associação, seriam 33.700 policiais; os dados seriam da ONU.

A categoria pede ainda promoção e assistência médica, além da reivindicação principal, que é por reajuste dos salários. Os militares afirmam que só voltam às atividades normais quando o governador Cid Gomes (PSB) aceitar as reivindicações.

De acordo com nota divulgada neste domingo (1º) pela 10ª Região Militar, cerca de 630 homens do Exército Brasileiro, 169 da Força Nacional e Segurança Pública e 1650 dos órgãos de segurança pública federal, estadual e municipal reforçam o policiamento nos bairros de Fortaleza. Ao todo são 2.449 homens atuando na Capital Cearense.

Da Redação do O Estado ONLINE
Fonte: TV Jangadeiro

4 comentários:

Anônimo disse...

PMS DO CEARÁ É TUDO CABRA MACHO, ENQUANTO AQUI É TUDO FROUXO!!!

Anônimo disse...

DÁ-LHES CABEÇAS-CHATAS! EXEMPLOS DE CORAGEM PARA A PMERJ FROUXA!

Anônimo disse...

AQUI A PMERDA TÁ NEM AÍ.SÓ QUER ROUBAR.VALEU CEARÁ.ESSES SIM SÃO HOMENS,AQUI SÓ TEM MARIQUINHA E COVARDE QUE BATE EM TRABALHADOR.

Splatterbeast 666 disse...

eu vou degolar as suas gargantas