segunda-feira, 13 de julho de 2009

Ciep número 1 não corre mais risco

O Primeiro Ciep (Centro Integrado de Educação Pública) inaugurado no Rio, em 1984 e um dos que conservam as características originais idealizadas pelo antropólogo e ex-secretário de Educação Darcy Ribeiro (1922-1997), o colégio Tancredo Neves, no Catete (Zona Sul) esteve ameaçado de sumir do mapa. A recente aprovação na Câmara Municipal do projeto que permite a venda de 75 terrenos do metrô, acendeu o sinal vermelho no Ciep, construído em um deles. Procurada pelo JB, no entanto, a Secretaria de Transportes negou que a escola vá ser desalojada.
– Essa ameaça foi uma bomba para professores, alunos e principalmente os pais – conta Solange de Paula, diretora do Ciep. – Uma escola como essa, projeto do Oscar Niemeyer, deveria ser tombada.
Na Justiça
Aliado de primeira hora do ex-governador Leonel Brizola (1922-2004), o deputado estadual Paulo Ramos (PDT) disse que entraria com um mandado de segurança nesta semana para garantir o funcionamento do Ciep:
– Não queremos ser surpreendidos com o fechamento da escola – justificou.
Com 600 alunos estudando em horário integral, o Tancredo Neves conta ainda com 24 alunos carentes que moram na escola (12 meninos e 12 meninas), cuidados por um casal de funcionários da prefeitura, chamados de pais sociais. À noite, outros 300 jovens e adultos de 17 a 40 anos tentam recuperar o tempo de estudo perdido.
Solange ressalta o apoio aos Cieps dados pela atual secretária de Educação, Claudia Costin.
– A prefeitura dá muita força. Com o tempo integral, temos aulas de música, artes plásticas e cênicas. Não podemos prender a criança na sala o dia inteiro – diz a diretora.
Por sua assessoria, a secretária afirmou que não hove qualquer conversa com o estado sobre o terreno onde se localiza o colégio. Perguntada a respeito dos prós e contras do projeto do Ciep, Claudia Costin foi suscinta:
– Todas as 1.063 escolas da rede municipal são fundamentais para o projeto educacional da prefeitura.
Modelo elogiado
A educadora Lucia Velloso Maurício, da Uerj, acha que a educação em tempo integral é fundamental num país como o Brasil:
– No passado, deixamos de cumprir tantos requisitos necessários para oferecer educação para todos, que hoje torna-se indispensável a extensão da escolaridade, em anos e em horas, para dar conta do que não efetivamos.
Ela refuta o argumento de que o Ciep é uma escola cara.
– O investimento do Estado na formação das classes populares forma profissionais capazes de participar do trabalho produtivo, gerando valor para a sociedade.
http://jbonline.terra.com.br/pextra/2009/07/12/e12079750.asp

5 comentários:

Anônimo disse...

Não se fala "MISSÃO DADA É MISSÃO CUMPRIDA" sem antes oferecer a tropa condições de trabalho, Sr Cel Mário Sérgio! Nem citei o nosso aumento, pois esta, nem com 1000 caveiras cravadas no peito, faria um Comandante Geral, TER PEITO, para cobrar, correto? Trata-se de uma missão impossível! Não é verdade? Sei que ainda é cedo para cobrar de vós, estas coisas, todavia, não para alertá-lo que a MISSÃO deve ser cumprida sim, mas não sem antes oferecer condições de trabalho para a nossa tropa! O resto é FILOSOFIA BARATA e propaganda enganosa!

A PMERJ precisa de um LÍDER DE VERDADE, para crescer e devolver aos cidadãos de nosso estado segurança e qualidade de vida! Não precisamos de Comandantes, que sempre foram verdadeiras marionetes de nossos políticos, que nunca objetivaram a vitória da PMERJ, mas políticos que sempre usaram a PMERJ como um meio para "politicagem", nos usando como escudos para suas incompetências e desmandos, chega de hipocrisia barat

joao disse...

AME-RJ ELEIÇÕES – CHAPA 1

DIA 19/08/09 ( QUARTA-FEIRA ) DAS 09:00 AS 16:00 HORAS

VOTE NA CHAPA AZUL Nº 01

TENENTE CEL PM DILSON FERREIRA DE ANAIDE

joao disse...

AME-RJ ELEIÇÕES – CHAPA 1

DIA 19/08/09 ( QUARTA-FEIRA ) DAS 09:00 AS 16:00 HORAS

VOTE NA CHAPA AZUL Nº 01

TENENTE CEL PM DILSON FERREIRA DE ANAIDE

Anônimo disse...

O Coronel Caius Marius Sergius, realmente tem o espirito de Nero.

Só confia na guarda pretoriana, opsss, que dizer nos caveira (de burro)..

Barriga azul qui nem qui ieu tá fuuuuuu!!!!!!!!

Além do mais parece que ele tem 30 bopeanos com ele, mais uma vez confirmada a tese da guarda pretoreana, agora conhecidos como guarda bopeana, mas é tudo a mesma coisa, ganham um pouco mais para fazer as vontades do imperador.



Ave Caius Marius Sergius.............



Missão dada é missão compriiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiida!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Eduardo Paes, Demagogia e a Saúde III
Eduardo Paes, em mais um rompante de demagogia, sobre o médico que absurdamente rabiscou o braço da grávida que acabou perdendo o bebê por falta de assistência, proferiu a seguinte frase: – Aquilo é maluquice de um profissional que resolveu tratar a população como gado.

Se Eduardo Paes tratasse a saúde do carioca com respeito, dando condições de atendimento a todos, ao invés de planejar a contratação de shows da Disney e o grupo U2 para o Réveillon, sem contar com as milionárias nomeações em seu gabinete, talvez nada disso tivesse ocorrido.

Manuela Costa não foi internada no Hospital Miguel Couto por falta de vagas. Segundo o presidente da Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores, havia 11 leitos interditados, que, curiosamente foram reabertos logo após o episódio.

Ou seja, se esses 11 leitos estivessem disponíveis, Manuela poderia ter sido internada.

Parece que não é só o médico que resolveu tratar a população como gado.