quarta-feira, 8 de julho de 2009

MUDANÇAS NOS BATALHÕES DA POLÍCIA MILITAR

COMANDANTE DEFINE MUDANÇAS NOS BATALHÕES

Depois de passar o dia inteiro em reuniões com os coronéis no Quartel General da Polícia Militar, o coronel Mário Sérgio Duarte de Britto, novo comandante da corporação, definiu alguns nomes para os batalhões. Como havia prometido mais cedo, Mário Sérgio está fazendo uma dezena de trocas em importantes unidades. No Comando de Policiamento de Área, o único a permanecer é o coronel Marcos Jardim, do 1º CPA. Todos os outros ganharam novos nomes. A Baixada Fluminense ficará com o coronel Róbson Batalha, que estava no 9º BPM (Rocha Miranda). E a Zona Oeste com o coronel Costa Filho. Em Botafogo, assume o coronel Roberto Gil, para o batalhão de Caxias vai o coronel Roberto Alves. Em Copacabana assume o coronel Rogério Seabra. No batalhão de São Cristóvão, responsável pelo Morro da Mangueira, que assume é uma mulher, a tenente-coronel Solange Helena.

O batalhão de Olaria, um dos mais sensíveis por ser o responsável pelo Complexo do Alemão e a Vila Cruzeiro, recebeu uma negativa. Convidado pelo novo comandante para assumir o batalhão, o coronel Ivan de Oliveira Muniz, atualmente no Centro de Formação de Praças (Cfap), preferiu não aceitar. Um novo nome deve ser definido nesta quinta-feira. O tenente-coronel José Vieira de Carvalho, que comandava o batalhão, ficará responsável pelas Unidades de Polícia Pacificadora (UPP), em um cargo que ainda será criado. Nesta quinta-feira, o coronel Mário Sérgio já terá uma reunião para cobrar os novos comandantes de unidades.

O coronel Alberto Pinheiro Neto, que comandava o Batalhão de Operações Especiais (Bope), ficará responsável pelos projetos especiais da corporação, em uma unidade qua ainda não tem um nome. Pinheiro Neto cuidará, por exemplo, do planejamento para a Copa do Mundo de 2014.

Em uma outra reunião realizada na tarde desta quarta, ficou decidido que alguns coronéis-full (com mais tempo de serviço) vão deixar a corporação. Alguns vão para a reserva e outros vão para a Diretoria Geral de Pessoal (DGP) esperar a hora de ir embora da Polícia Militar. Veja a lista: coronel Mario dos Santos Pinto, coronel Roberto Penteado, coronel Mauro Assad, coronel Paulo Cesar Lopes, coronel Ronaldo de Souza Correa, coronel Carlos Ferreira Fogaça, coronel Celso de Araújo, coronel Gelesi Ribeiro Vieira, coronel Mauro Teixeira, coronel Luiz Otávio Altimaia, coronel Luiz Cláudio Calixto, coronel Milton Lourenço da Silva.

Veja uma lista completa com as mudanças:

Comando de Policiamento de Área:
2º CPA (Zona Oeste): Coronel Costa Filho
3º CPA (Baixada): Coronel Robson Batalha
4º CPA (Niterói): Coronel Paulo Mouzinho
5º CPA (Volta Redonda): Coronel Cesar Vieira
6º CPA (Campos): Coronel Moura

Batalhões:
2º (Botafogo) - Roberto Gil
4º (São Cristóvão) - Solange Helena
7º (Alcântara) - Ricardo Daflon
8º (Campos) - Elson Haubrichs
9º (Rocha Miranda) - Edivaldo Camelo
13º (Praça Tiradentes) - Edite dos Reis Nani Bonfadini
15º (Caxias)- Roberto Alves 17º (Ilha do Governador) - Cid Souza Sá
19º (Copacabana) - Rogério Seabra
20º (Mesquita) - Ivanir Linhares Fernandes Filho
21º (São João de Meriti) - Gileade Albuquerque
22º (Maré) - Marco Antônio Amaro 23º (Leblon) - Sérgio Rodrigues
24º (Queimados) - Alexandre Fontenelle
26º (Petrópolis) - Antônio de Oliveira
36º (Santo Antônio de Pádua) - Édson Almeida
BPRV - Aristeu Leonardo
Batalhão de Choque - Robson Rodrigues da Silva
Bope - Paulo Henrique
Corregedoria - Carlos Rodrigues
http://extra.globo.com/geral/casodepolicia/posts/2009/07/08/comandante-define-mudancas-nos-batalhoes-203304.asp

3 comentários:

MULHERES DE POLICIAIS disse...

O NOVO COMANDANTE É BLOGUEIRO!

O Blog do coronel Mário Sérgio
Blog pessoal
http://marius-sergius.blogspot.com/

Blog do seu livro
http://mariosergioduarte.blogspot.com/

Anônimo disse...

Quando na ativa pude observar que a implantação do Colp, ( Comando Local de Policiamento Integrado, foi produtivo, por conta da responsabilidade e prestígio atribuidas aos oficiais subalternos. Acredito que hoje também poderá colher bons resultados, por conta até da modernização de procedimentos que na época não tinhamos, a exemplo do Instituto de Segurança Pública que proporciona resultados para racionalização da operacionalidade. Observo que hoje vivemos a situação de gato e rato, a PM cumprindo a missão de Polícia Federal, a Polícia Civil, executa Polícia Ostensiva, e por conta disto temos o resultado negativo. O crime sempre irá existir, por conta das causas que não são combatidas em suas origens se o Estado não se organizar, sabe-se lá onde iremos parar. Ficaremos manipulados pela imprensa, até que trocará o Comandante, outra vez, como se isto resolvesse.

Anônimo disse...

Cabralista pede a exoneração de Beltrame - CONCORDAMOS
"Governador, exonere o Beltrame, pois o passivo gerado por ele servirá de alimento para seus opositores nas eleições. Pondo em risco um ótimo trabalho que está sendo feito para nosso Estado. Temos a convcção que o resultado será a médio prazo, assim como foi em Minas. Uma primeira fase de austeridade que sempre incomoda os vagabundos para depois a glória.
A diferença é que no Rio há o gravíssimo problema da violência, que não é culpa do vosso governo.
Se o Beltrame se preocupasse com a segurança ao invéz de colocar seu plano de fortalecer a polícia federal em primeiro plano talvéz estivéssemos melhor.
O Beltrame já fez o que tinha que fazer. Se não for exonerado agora no período de eleição será muito mais desgastante."