quarta-feira, 15 de julho de 2009

Ordem no CONGRESSO e Ordem na ALERJ

Precisamos fazer uma limpa no Congresso e teremos essa oportunidade nas próximas eleições. Aqui podemos colocar a lista de quem não devemos votar. Espero que sobre alguém para ser votado!

http://ordemnocongresso.blogspot.com/

http://www.ordemnaalerj.blogspot.com/


LEIA E PARTICIPE!

14 comentários:

Anônimo disse...

Nunca antes nesse pais..
...se pagou tantos tributos!

Vejam:

Nos 6 anos do governo Lula a carga tributária brasileira aumentou em 12,37%


Carga Tributária Brasileira - % PIB - Fonte MF
Ano19901992199420022008
Federal20,5317,5020,4622,0824,92
Estadual9,027,357,988,409,23
Municipal0,951,001,021,381,65
Total30,5025,8529,4631,8635,80




1 – Em 1990 o Governo Collor assumiu o governo com uma carga tributária de 30,50% do PIB, entregando o governo em 1992 com uma carga tributária de 25,85% do PIB. Redução de 15,24% em relação ao ano de 1990.

2 – Em 1992 o Governo Itamar Franco assumiu o governo com uma carga tributária de 25,85% do PIB, entregando o governo em 1994 com uma carga tributária de 29,46% do PIB. Aumento de 13,97% em relação ao ano de 1992.

3- Em 1995 o governo FHC assumiu o governo com uma carga tributária de 29.46% do PIB, entregando governo em 2002 com uma carga tributária de 31,86% do PIB. Aumento de 8,15% em relação ao ano de 1994.

4 – Em 2003 o governo Lula assumiu o governo com uma carga tributária de 31,86% do PIB, em 2008 a carga tributária aumentou para 35,80% do PIB. Aumento de 12,37% em relação ao ano de 2002

Anônimo disse...

Acho que gente tem que se unir em torno de propostas de mudanças. Tem uma página criada para ser um Fórum de Debates virtual, mas não sei porque ninguém participa. Essa página não pode ser manipulada pois todos podem incluir seus comentários e assim chegarmos a um consenso. As mudanças devem ser estruturais aprovadas por iniciativa popular, mas parece que o que falta mesmo é atitude.
Mudar, sim nós podemos.
http://reformapolitica.pbworks.com/

Anônimo disse...

"O PIOR CEGO É AQUELE QUE NÃO QUER VER." Pau neles!

lula disse...

Partido dos traidores
ANTES DA POSSE...
>
>Nosso partido cumpre o que promete.
>Só os tolos podem crer que
>não lutaremos contra a corrupção.
>Porque, se há algo certo para nós, é que
>a honestidade e a transparência são fundamentais.
>para alcançar nossos ideais
>Mostraremos que é grande estupidez crer que
>as máfias continuarão no governo, como sempre.
>Asseguramos sem dúvida que
>a justiça social será o alvo de nossa ação.
>Apesar disso, há idiotas que imaginam que
>se possa governar com as manchas da velha política.
>Quando assumirmos o poder, faremos tudo para que
>se termine com os marajás e as negociatas.
>Não permitiremos de nenhum modo que
>nossas crianças morram de fome.
>Cumpriremos nossos propósitos mesmo que
>os recursos econômicos do país se esgotem.
>Exerceremos o poder até que
>Compreendam que
>Somos a nova política.
>
>DEPOIS DA POSSE....
>Basta ler o mesmo texto acima, DE BAIXO PARA CIMA

Anônimo disse...

Para Bonfadini, que é de uma família de militares, arregaçar as mangas faz parte da sua trajetória na PM. A tenente-coronel Edite Bonfadini, assumiu o comando do 13º BPM (Praça Tiradentes), com uma tropa de 446 homens. Sorridente e tranquila, a oficial deixa claro seus objetivos.”Vamos aumentar o patrulhamento nas ruas”, anunciou, mandando um recado à população: “O batalhão está de portas abertas para a comunidade”.

Vamos ajudar a Coronel Bonfadini a fazer um ótimo comando.

Qualquer denuncia de corrupção no BATALHÃO, mande para nos que vamos encaminhar para Cel Bonfadini.

Visite e faça seu comantário:http://amigosdabonfadini.blogspot.com/

Anônimo disse...

São preocupantes os acontecimentos dos últimos dias, na área de segurança pública. Tudo indica que vamos assistir a mais um banho de sangue nas comunidades. Os jornais já falam que está sendo preparada uma nova mega-operação no Complexo do Alemão.

Na sexta-feira bandidos atacaram com granadas dois postos da PM, um no Jardim América e outro na região de Acari.

Na caçada aos assassinos do cabo do BOPE que tentou evitar um assalto na Tijuca, uma operação no Morro dos Macacos terminou com uma doméstica, de 34 anos morta, uma criança de 12 anos atingida na cabeça e mais 4 inocentes baleados. No morro do Turano, um jovem de 18 anos, que trabalhava na FIA (Fundação da Infância e da Adolescência) foi morto por engano. Em Santa Teresa mais uma mulher inocente baleada.

Ontem, houve confrontos armados no morro da Babilônia, no Leme e na Cidade de Deus, onde uma mulher foi baleada dentro de uma igreja. Vale lembrar que essas são duas comunidades, onde segundo o governador Sérgio Cabral, o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame e a imprensa o tráfico acabou e foram pacificadas pela PM.

Mas quero chamar a atenção de vocês para a foto reproduzida acima, do enterro do cabo do BOPE, em que à frente vem o novo comandante-geral da PM, coronel Mário Sérgio usando a farda do BOPE, que ele já comandou. Alguns se surpreenderam por ele não usar a farda de oficial da PM, como é comum a um comandante-geral da corporação. Não tenham dúvidas de que há uma mensagem por trás dessa iniciativa.

Não se trata apenas de homenagear o cabo do BOPE, que ele comandou. Foi um recado para a tropa. De que a corporação tem um “caveira” no comando e que a ordem é partir para o confronto com a bandidagem.

Eu sei que muitos vão aplaudir e dizer que é isso que precisamos, de gente que encare os bandidos de frente. Evidentemente que ninguém vai querer boa vida para a bandidagem. Mas o problema é que já vimos esse filme e sabemos que não tem final feliz.

O coronel Mário Sérgio comandou o BOPE e sabe como as coisas funcionam nessa área. A maioria dos policiais que tenta entrar para o BOPE é reprovada. Não tem os requisitos para fazer parte da tropa de elite.

Se até mesmo nas operações do BOPE têm morrido inocentes e outros são baleados, imaginem o que vai acontecer quando a corporação recebe a mensagem de que a ordem é o enfrentamento? Policiais, sem o mesmo preparo, seja operacional ou psicológico, vão atirar em tudo o que se mexer. E aí lamentavelmente pais e mães vão enterrar seus filhos inocentes e filhos e netos vão enterrar seus pais e avós inocentes.

Essa é a dura realidade, que nem o governador, nem o secretário de Segurança conseguem compreender, mas que o coronel Mário Sérgio conhece como ninguém.

Anônimo disse...

Faça Uma Limpeza na ALERJ!
“Políticos são um mal necessário a uma nação democrática”; diriam alguns pessimistas. Mas, alguns políticos fazem com que até o mais ferrenho defensor da democracia e o mais fanático democrata tenham vontade de vomitar simplesmente pela menção de seu nome.


Aqui no Rio de Janeiro existem muitos desses políticos; afinal de contas, o povo aqui escolhe muito mal os seus representantes e se ilude com qualquer rostinho bonito, uma propaganda bonitinha e meia dúzia de promessas impossíveis.


Já tivemos em nossa Câmara Estadual até um “sábio” deputado que deseja oferecer uma ajuda de custo para homossexuais que desejassem “se curar” e voltarem a ser heterossexuais.


Sandices como esta existem aos montes. Quando não são pautadas pela imbecilidade própria do político sem cultura e sem qualquer embasamento para exercer um cargo de tal importância, são motivadas apenas e simplesmente pelos ranços preconceituosos e pela vontade de aparecer que cada um trás consigo desde o berço.

Anônimo disse...

continuação

E esse é o caso de um dos projetos mais absurdos e incoerentes que já tramitou na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, o projeto de lei número 2204/2009, cuja autoria pertence ao “nobre” deputado Jorge Babu (envolvido em inúmeras denúncias que vão desde os maus tratos a animais até a formação de milícias armadas). Do alto desse “grande currículo de homem público”, Jorge Babu, deseja que a Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro exponha o nome, o número do CPF e da Carteira de Identidade de cada cidadão portador do vírus da AIDS em território fluminense. A “pérola” do projeto é sua absurda justificativa puramente galgada no preconceito indisfarçável: “O princípio da isonomia ensina que devemos tratar os iguais de forma igual e os diferentes de forma diferente”. Para Jorge Babu, se você tem AIDS, passa a ser um “cidadão diferente” que merece ser fichado e exposto à execração pública; afinal de contas você é um infeliz que pode sair por aí propagando sua doença terrível.

http://www.visaopanoramica.com/2009/04/30/jorge-babu-baboseiras-e-sandices/

Anônimo disse...

Deputado Flávio Bolsonaro

Entregarei à nova gestão da PMERJ propostas de modernização do RDPM como o fim da prisão disciplinar e revisão dos critérios de exclusão.

http://twitter.com/flaviobolsonaro

Anônimo disse...

Garotinho ataca comandante geral

15/07/2009 15:12

Homens de preto

O BOPE sofreu uma redução de efetivo, por conta da escolha do coronel Mário Sérgio para o comando da Polícia Militar.

Para fazer a sua segurança, o coronel Mário Sérgio trouxe 24 “caveiras”. Como os integrantes do BOPE recebem uma gratificação de R$ 1.000, para não saírem perdendo, vão ser cedidos de boca. Ou seja: vão estar lotados no gabinete do comandante-geral extra-oficialmente.

cristina disse...

caraca é só podridão!

Anônimo disse...

Vamos dar um basta!
Mobilização já!

Anônimo disse...

Policiais e guardas municipais ganham programa de saúde

O governador em exercício Luiz Fernando Pezão, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, e o ministro da Justiça, Tarso Genro, lançam, nesta quinta-feira (16/7), às 11h, no Palácio da Cidade, o Programa Nacional de Atenção à Saúde dos Servidores de Segurança Pública e Guardas Municipais.

Estado e prefeitura passarão a ter acesso a financiamentos do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) para a compra de equipamentos e instalação de academias de ginástica para uso de policiais civis e militares e guardas municipais, programas de saúde bucal e aquisição de ambulâncias para atender às corporações.

O Pronasci é um programa do Ministério da Justiça que reúne ações de prevenção, controle e repressão da violência com atuação focada nas raízes sócio-culturais do crime, além de articular programas de segurança pública com políticas sociais.

Além dos profissionais do sistema de segurança pública, o Pronasci tem como público-alvo jovens de 15 a 24 anos que estão à beira da criminalidade ou em conflito com a lei.

Anônimo disse...

PAC- plano para adoção de vagabundos.
O PAC, só representa a urbanização de forma que dê ao traficante e aos 157 dos morros e favelas mais conforto.
E, para nós mais dificuldade no combate a marginalidade no morro e favelas, que agora vão se entocar em casas de tijolo e não mais em só em barracos.
O investimento tem que ser 1º na policia para acabar de uma vez com a marginalidade fulminado toda a facção do crime nas favelas e morros, para depois urbanizar e construir moradia para as pessoas de bem que ali ficaram após nós termos expulsados toda a vagabundagem e estarmos devidamente abrigados na ocupação definitiva de morro e favelas.
Depois eles que criassem um programa de apoio a educação e de incerção no mercado de trabalho dos homens de bem, que ali ficaram após, nós exterminarmos a bandidagem e fazer a ocupação definitiva com patrulhamento ostensivo.
"Primeiro deve -se investir na 1º barreira do crime contra a sociadade, ou seja na POLÍCIA MiLITAR."