terça-feira, 24 de novembro de 2009

BOMBEIROS VAIAM CABRAL




5 comentários:

MULHERES DE POLICIAIS disse...

NOTÍCIAS DE ALAGOAS

Líder militar pode ser punido pela PM por defender sargentos

O Comando da Polícia Militar de Alagoas abriu um processo disciplinar administrativo contra o presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Militares de Alagoas (ASSMAL), sargento Teobaldo de Almeida pelo fato do militar ter denunciado a transferência de dois sargentos de forma arbitrária.

Os policiais eram lotados na Ajudância Geral e foram transferidos para o 1º Batalhão da Polícia Militar após publicar no Boletim Geral Ostensivo (BGO) um documento judicial ‘supostamente’ sem autorização.

Ao tomar conhecimento do fato, o presidente da ASSMAL fez uma declaração à imprensa e informou que a entidade de classe iria tentar abrir o diálogo com o comando-geral da PM para reverter à decisão. No entanto, de acordo com a assessoria de comunicação da associação, o comando agiu arbitrariamente e preferiu abrir um procedimento administrativo contra o sargento.

“Prefiro sofrer uma injustiça a omitir as humilhações, péssimas condições de trabalho e a excessiva carga horária que os praças são submetidos. Hoje, o ideal seria o Governo fazer investimentos na segurança pública e não as autoridades punir quem denuncia”, desabafou o militar.

Ao falar com a imprensa, o sargento Teobaldo agiu como representante de classe e não como um policial na ativa. Com isso, a sindicância imposta pelo Comando da PM ofende diretamente o artigo 5º, IV, XVII e XVIII, que garante a liberdade de pensamento e de associação, vedando a interferência estatal no funcionamento desta.

Segundo informações das associações militares, o Comando utiliza a tática de instalar um processo administrativo já com as cartas marcadas. Após, possibilita o “direito constitucional de defesa” que obviamente não é acatado. Em seguida, sacramenta a punição.

O sargento Teobaldo é o segundo líder militar que prova da perseguição desencadeada as associações militares. Anteriormente, o Major Welligton Fragoso, presidente da Associação dos Oficiais Militares de Alagoas (ASSOMAL) também foi vítima de uma sindicância por defender o direito da classe.

Anônimo disse...

É DEPOIS DA PM MOSTRAR CONTRA O GOVERNO CABRAL E COMEÇAR A GANHAR FORÇAS, OS BOMBEIROS QUE SÓ VIVEM NA ABA DA POLICIA MILITAR AGORA ESTÃO ACORDANDO......... JÁ ERA HORA!!!!

RESTA AGORA TOODS OS SERVIDORES ESTADUAIS LUTAREM CONTRA A DITADURA DO CABRAL..... O PIOR GOVERNADOR QUE TIVEMOS....

VAMOS JUNTAR FORÇAS NO MOVIMENTO FORA CABRAL!!!!!!! EU APOIO!!!!!!!


MAJ GUILE

Anônimo disse...

O poder do tráfico



A manchete acima é do site R7 (Record). Eu venho alertando aqui no blog, que a situação do Complexo do Alemão é gravíssima. Existe ordem do governador Sérgio Cabral para não fazer operações nas comunidades do Alemão, para não atrasar as obras do PAC.

De fato, há meses não há uma única incursão policial no Complexo do Alemão. Os traficantes estão se fortalecendo cada vez mais. O levantamento da Polícia Civil que estima em 150, o número de armas anti-aéreas em poder dos traficantes do Rio, aponta que só no Alemão existem 20 e na Vila Cruzeiro mais 10.

Imaginem quando a polícia receber ordem para entrar no Alemão a batalha que vai ser? Não gosto nem de pensar.

Anônimo disse...

Cabral, é o que você tá fazendo com o dinheiro público???Nós Cariocas sem direito a segurança, educação e saúde pública.

denise disse...

Sr Maj Guile, nós não ficamos sentados e esperando nada, pois nós peitamos o maldito mentiroso. Agora, sendo sincero, eu não vi até agora a PMERJ fazer nada contra o Sr desgovernador, e olha que vcs têm motivos de sobra pra isto.
Caro amigo, eu nada de concreto feito pela PMERJ até agora. Ninguém viu movimento nenhum dos PMs contra o governador safado, muito pelo contrário. Então caro amigo, ninguém do CBMERJ fica na aba da Pmerj não, sabe pq? pq nós temos culhão para afrontar V.Ex.. E vcs têm culhão pra isso?? Até agora eu não vi nada de vcs!!!

Att. Um Maj BM