segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Denúncias contra policiais militares

Mais de 4 mil PMs são suspeitos de furtar peças de carros no Rio de Janeiro, diz revista VEJA
Um levantamento encaminhado em agosto à Corregedoria de Polícia e ao Ministério Público Militar do Rio de Janeiro aponta que 4.560 policiais militares do estado são suspeitos de furtar peças de veículos furtados recuperados pela polícia antes deles voltarem para as mãos dos donos.

Uma reportagem da revista Veja desta semana afirma que essas peças alimentam um mercado lucrativo para os policiais, que vendem o "kit PM" - como foi apelidado o conjunto de estepes, macacos, triângulos e chaves de roda roubados dos veículos - por até R$ 200.

O número de policiais suspeitos corresponde a um terço do contigente da capital fluminense, afirma a reportagem. A investigação, que ainda está em fase inicial, identificou as digitais 30 agentes no interior de automóveis recuperados e que não poderiam sequer ter sido abertos pelos policiais.

A reportagem afirma que quatro em cada 10 veículos recuperados no Estado chegam depenados aos seus donos

Jornal do Brasil

5 comentários:

Anônimo disse...

É UMA VERGONHA,QUE "ERRADOS" POLICIAIS FAZEM!

Anônimo disse...

quero novidade.

KikoPMERJ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

agora falem também dos policiais que fora excluidos injustamente por governos anteriores e que ninguêm falam nada apenas para satisfazer egos de cmt!!!!!

claudio costa disse...

A maioria é do bem!!!