segunda-feira, 23 de março de 2009

O GRANDE ESTADISTA

Recentemente estive (ressaltando, à força) na inauguração de uma obra em minha cidade, além de todos os políticos aduladores normais, estava presente o vice-governador na qualidade de... (pela quadragésima vez, eu imagino) governador, uma vez que Sérgio Cabral está aproveitando a vida fora do país, novamente.
Durante milhões de devaneios e rasgações de seda de vários políticos, foi a vez de Pezão exaltar nosso cosmopolita Governador Sérgio Cabral chamando-o com uma espantosa entonação e veracidade de “ESTADISTA”, confesso que tamanha bajulação feriu meus ouvidos de tamanha maneira que resolvi fazer uma pesquisa sem a menor pretensão sobre ESTADISTAS.

Definição:
Dicionário On-Line:
Estadista,s. 2 gén.,
pessoa versada em assuntos políticos;
homem de Estado;

Dicionário Michaelis:
Estadista,s m+f (estado+ista) 1 Pessoa versada em negócios de alta política ou que tomou parte importante na governação de um país. 2 Homem de Estado.

Wikipédia:
Estadista,
na definição de Houaiss, é pessoa versada nos princípios ou na arte de governar, ativamente envolvida em conduzir os negócios de um governo e em moldar a sua política; ou ainda pessoa que exerce liderança política com sabedoria e sem limitações partidárias.
(seguindo a pesquisa pelo Wikipédia)

CONCEITO:
Para Aristóteles, o que o estadista mais quer produzir é um certo caráter moral nos seus concidadãos, particularmente uma disposição para a virtude e a prática de ações virtuosas.
Em Tomás de Aquino,. as virtudes e os valores cristãos são inseparáveis da prática política, do buon governo e da figura do rex justus. Homens bons e virtuosos, amizade honesta, unidade, paz e comunhão social. ‘ O governante virtuoso inspira súditos igualmente virtuosos, pelos quais é amado.

MAS, PARA ME CONTRARIAR...
Para Maquiavel, a condução do Estado é considerada uma arte, e o estadista, um autêntico artista, o estadista é adaptável às circunstâncias. O estadista é visto como simulador e manipulador da opinião pública ("a ação acusa mas o resultado escusa"), em uma sociedade a crítica é influenciável pelas aparências, constituída de indivíduos interessados exclusivamente em seu próprio bem estar.
(Aí sim!! Exatamente o que estamos vivendo)

RESUMO: O estadista se preocupa com a próxima geração e o político com a próxima eleição.

Governador: é o mais elevado cargo político eletivo que representa a autoridade máxima do poder executivo em uma província ou estado de uma federação.

E, para não deixar o texto muito longo, nosso letrado e historiador Pezão, igualou nosso campeão em carimbadas de passaporte a “simples” vultos da história ,como Sir Winston Leonard Spencer Churchill, Henry Clay, nosso Getúlio Vargas, entre outros.
Em minha utópica opinião, um Governador, além de ser a voz de seus eleitores, deveria gerir um estado com justiça, deveria ser alguém que construísse seu alicerce político com honestidade e verdade.
Por mais admirados, amados ou polêmicos, estadistas mudam o rumo da história, procurando um bem maior que seus próprios interesses.
Sr. Governador em exercício Pezão, revise bastante seus conceitos sobre o que é ser um ESTADISTA, pois associar um hipócrita, corrupto, alienado, egocêntrico e mentiroso, com alguém com coragem política e inteligência para fazer a diferença para este estado é uma verdadeira piada, seus valores são um tanto aviltados e distorcidos.

Sérgio Cabral entrará para os anais da história deste estado sim, mas como mais um político que não fez absolutamente nada pelo Rio de Janeiro, “veio, viu...e não fez nada”,. Poder paralelo da corrupção e do narcotráfico, miséria, doenças, estado de abandono. Nada mudou e não mudará.

Parafraseando Dante Alighieri, (quando este chegou aos portões do inferno, na obra A DIVINA COMÉDIA) ...Deixai toda a esperança, vós que entrais...
Esta deveria ser a frase de chegada ao estado do Rio de Janeiro, a cidade da bala perdida, cocaína e maconha, prostituição, corrupção, covardia, desequilíbrio social, impunidade e falta de ética.

Excelente texto de autoria de bombeiro militar que prefere preservar sua identidade.


http://cordeldaboladefogo.blogspot.com/2009/03/o-grande-estadista.html

6 comentários:

ferreirão disse...

o cabra tá em sua 24ª viagem
( + ou - ), são 2 anos e 3 meses de desgoverno. E hoje em certos jornais " Cabral tem 26% " de votos em uma pesquisa feita não sei onde e nem sei com quem!
A mídia está comprada.
Bom texto, parabéns.
abraços amigo

Anônimo disse...

É TANTO ROMBO NOS COFRES PÚBLICOS E CABRAL SÓ PENSA EM VIAJAR! ...

simplesmente disse...

O DESGOVERNADOR SÉRGIO CABRAL E O SECRETÁRIO DE INSEGURANÇA PÚBLICA BELTRAME NÃO TÊM COMPETÊNCIA PARA EXERCER AS FUNÇÕES QUE LHES SÃO ATRIBUÍDAS.

Anônimo disse...

"O que mais preocupa não é o grito dos violentos, dos corruptos, dos
desonestos, dos sem caráter, dos sem ética. O que mais preocupa é o
SILÊNCIO DOS BONS."

Anônimo disse...

A PMERJ no BICENTENÁRIO: em busca da dignidade perdida

A PMERJ no BICENTENÁRIO: em busca da dignidade perdida

A PMERJ no BICENTENÁRIO: em busca da dignidade perdida

Anônimo disse...

PROTÓGENES E HELOÍSA JUNTOS!

Heloísa Helena e o brilhante delegado, Protógenes Queiroz participam de ato público no Rio de Janeiro.
O PSOL realiza ato público em defesa dos trabalhadores, contra o desemprego, a corrupção e a impunidade no dia 02 de abril, quinta-feira, no Rio de Janeiro. Com a participação de vários movimentos sociais e militantes de várias partes do país, para protestar contra a política nociva, danosa e corrupta do governo Molusco que levou o Brasil e os trabalhadores a pagar a conta da crise promovida pelos especuladores, banqueiros bandidos e políticos corruptos.

Além dos parlamentares e militantes do PSOL, tem presença confirmada o Delegado Protógenes Queiroz e a Presidente Nacional do PSOL, Heloísa Helena que já vem participando de vários seminários sobre o tema. Diferentemente da primeira vez em que depôs à CPI dos Grampos, em agosto passado, quando silenciou, o delegado Protógenes Queiroz diz que dará "nome aos bois" e promete expor "os meandros da corrupção no Brasil" ao retornar à comissão, no dia 1º. E o partido promove também ato de solidariedade a Protógenes em frente ao congresso nacional, que está sendo "set" de exacerbada corrupção.

O Patriota e brilhante delegado promete dar "nome aos bois" - Protógenes dará, no dia 1º, segundo depoimento a parlamentares

Em agosto, Protógenes deixou de responder diversas questões dos parlamentares porque o processo relativo à Operação Satiagraha, conduzida por ele na Polícia Federal e que levou à prisão o banqueiro Daniel Dantas, o ex-prefeito Celso Pitta e o especulador financeiro Naji Nahas, entre outros criminosos, corria sob segredo de Justiça. “Pretendo, ao ser confrontado com documentos ou dados, confirmar a conduta de cada participante que tiver negócios obscuros com o banqueiro bandido Daniel Dantas” disse Protógenes.
Perseguido pelos bandidos Petralhas e acusado de denúncias de que teria utilizado métodos ilegais para investigar autoridades dos três Poderes e objeto de investigação da CPI, Protógenes promete virar o jogo. O delegado elogiou a prorrogação da comissão parlamentar por mais 60 dias e sua convocação, juntamente com o ex-diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), Paulo Lacerda.
Quando aparece uma pessoa honesta, mostrando o bandidismo Petralha esses canalhas dessa facção criminosa começa logo a perseguição.

O ato Público, será no dia 2 de Abril de 2009 na Cinelândia as 17 horas.

Protógenes vai dizer, neste ato, o que disse na Carta Aberta a Obama, Vai dizer que Lula está na folha de pagamentos de Daniel Dantas? Vai acusar o presidente de mudar uma estrutura do estado para favorecer os bandidos e criminosos?

Que coisa horrível, O bandidismo petralha mais selvagem, está se ploriferando de forma asustadora: Hoje encontramos os três poderes da república contaminados com a bandidagem dessa mega facção criminosa, onde vamos parar com tanta corrupção? Não sei! Só sei que isso não vai acabar bem, Visto que essa quadrilha também está introduzindo seus tentáculos também na sociedade de um modo geral. Esses bandidos petistas estão com muito medo do correto e honesto delegado Protógenes. (Sou candidato a carcereiro dos líderes dessa facção criminosa).

Grande erro, após Raposa Serra do Sol, MS é novo foco de tensão entre índios e fazendeiros, isso vai virar uma grande bagunça sem precedentes.
Foi preciso paciência. Mas mesmo assim teve dirigente sindical e líder ruralista de Mato Grosso do Sul que ouviu atentamente tudo que foi dito na última fase do julgamento da demarcação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, no Supremo Tribunal Federal (STF), na semana passada.

Corrupção exacerbada e bandidismo.....
''Clube de amigos'' do Senado faz folha de pagamento crescer 42%
Nos últimos 45 dias, sem votar projetos, o Senado foi atropelado por uma grave crise ética e moral que paralisou a Casa e deixou como saldo a pior imagem para uma instituição pública: a de que virou um espaço de corrupção para servir a interesses privados. Pela boca dos próprios parlamentares e de representantes da sociedade civil, que acompanharam de perto o desenrolar da crise, as práticas corruptas e nocivas do Senado são vistas como típicas de "um clube de amigos" que fez "um pacto de silêncio".

A mistura de ineficiência, corrupção, bandidagem e desmando político-administrativo consentida pelos próprios senadores pode ser medida só com os números da galopante e exacerbada folha salarial. Os R$ 2,1 bilhões gastos em 2007 subiram para R$ 2,8 bilhões no ano passado. Para este ano, a folha salarial é de R$ 3 bilhões - 42,8% de aumento em dois anos. Uma conta fácil de explicar porque muitos dos diretores bandidos e corruptos do Senado, que cuidam só de serviços gerais, ganham até R$ 20 mil mensais. É ou não é um absurdo?

Foram as feridas políticas abertas com a disputa pelo controle da Presidência - ganha pelo senador José Sarney (PMDB-AP) contra Tião Viana (PT-AC) - que destravaram a briga fratricida entre setores de PMDB e PT e deflagraram uma onda de revelações sobre os maus costumes da Casa.
Isso resultou na descoberta de pagamentos de horas extras em mês de recesso parlamentar (janeiro), fartura de cargos de direção (leia na página 6), uso indevido de imóveis funcionais por diretores, má utilização de verbas indenizatórias, entre outros problemas. Em um mês e meio, esse turbilhão se tornou o centro de cada conversa no Senado, e nada foi discutido ou votado fora dessa "agenda".
"O Senado está praticando uma autofagia. Descemos abaixo do limite que poderíamos ir. Não se vota nenhum projeto aqui dentro e nem a crise financeira internacional está na pauta", constata o senador Delcídio Amaral (PT-MS), que presidiu a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Mensalão, em 2005. "Vou ser sincero. Posso ser muito mais útil como homem público não vindo ao Senado e discutindo fora daqui questões que tratam do pré-sal ou do projeto do cadastro positivo, por exemplo", acrescenta o senador petista.

Delcídio e outros senadores concordam que a crise ética que explodiu em 2009 é fruto de um longo período de hábitos inadequados de corrupção e maracutaias na Casa.
Desde o início do ano, esses problemas já provocaram, por exemplo, a queda de dois dos principais diretores do Senado (Agaciel Maia e João Carlos Zoghbi) e a descoberta do gigantesco e inexplicável organograma da Casa, que comportava absurdas 181 diretorias - sexta-feira, depois de muita pressão social, 50 desses cargos foram cortados.
"O Senado se tornou um clube de amigos bandidos", reconhece o senador Renato Casagrande (ES), líder do PSB. "Alguns condutores do Senado transformaram o ambiente em algo muito ruim nos últimos anos", avalia. E completa: "Há muito tempo, o Senado tem gestões ineficazes, muito viciadas. É uma instituição que ficou anacrônica e desconectada da realidade e da sociedade brasileira".

E no meio de tanta bandidagem e corrupção, estão nossas FFAA cada dia mais definhadas e desmanteladas, militares flagelados por dois dos maiores caudilhos revanchista e bandidos da história da humanidade, Senhores oficiais generais, precisamos fazer alguma coisa, para salvarmos nossa nação das garras dessa facção criminosa dos Petralhas. Caso contrário seremos destruídos, por essa exacerbada quadrilha de corruptos e bandidos.