sábado, 19 de setembro de 2009

A LIBERDADE NA BLOGOSFERA

A maioria dos colunistas políticos tradicionais de rádio, TV , jornal e que até tem um blog para não ficarem "out" estão revoltadíssimos contra o anonimato na internet, apesar da sua proibição pela nova legislação eleitoral. Afirmam que a covardia do anonimato vai continuar, enquanto eles não poderão opinar livremente no espaço da internet. Ao que nós, os blogueiros políticos anônimos, podemos contrapor com o fato de que só existimos em decorrência da covardia do colunismo identificado. Se estes jornalistas efetivamente expressassem a revolta que sentimos contra a corrupção, identificando os corruptos; se eles verdadeiramente empunhassem a bandeira da ética, apontando o dedo para os culpados; se eles não se rendessem aos mais variados interesses, nominando sem exceção os responsáveis pelo atual estado de coisas do país, nós seríamos leitores satisfeitos e não anônimos inconformados com a mentira, a cumplicidade, a complacência da mídia tradicional e convencional com o poder econômico e político. Esta luta do jornalismo político tradicional contra o anonimato na internet é uma prova de intolerância e conservadorismo, um ato de afronta à liberdade de expressão. Nós, os blogueiros anônimos, não estamos protegidos pela lei como o jornalista convencional, que tem a possibilidade de usar ou não o anonimato ao seu favor, revelando ou não as suas fontes.A qualquer momento alguém pode rastrear o nosso IP, solicitar o bloqueio no provedor, chutar a nossa porta sem que ninguém fique sabendo, pois somos anônimos e não teremos um sindicato a nos proteger. Aqui na vida off line nós somos juízes, militares, professores, empresários, brasileirinhos que não têm prestígio e tampouco o manto de proteção de poderosos veículos de comunicação. Mas que, sim, temos opiniões. Somos cidadãos. Eleitores. Pagadores de impostos. Dedicamos parte preciosa do nosso tempo para fazer o que os jornalistas, infelizmente, não estão fazendo. Se emitíssemos as nossas opiniões de forma pública, correríamos o risco de sermos demitidos, punidos, pressionados, silenciados, amordaçados. O anonimato sempre foi um aliado da luta pela democracia e pela liberdade. Ele permite que um dissidente cubano possa expressar o que pensa. Que um aidético possa discutir a sua doença em um foro médico, sem constrangimento pessoal. Que seres humanos possam partilhar experiências sem barreiras, sobre temas espinhosos. Esta é a força incontrolável da internet. A blogosfera anônima presta um imenso serviço à sociedade e a cidadania. Nós somos o disque-denúncia que informa sobre aqueles assuntos que o jornalismo medroso e constrangido não tem coragem de abordar. Que os colunistas políticos devidamente identificados virem as suas armas para os verdadeiros culpados pelos crimes sociais, econômicos ou políticos que estão acontecendo neste país. Mas, cuidado! Se pensarem muito, poderão querer apontar para as próprias cabeças. 

Um comentário:

CIRO disse...

abaixo-assinado para retirar Sergio Cabral no primeiro link a direita do blog www.professorciro.blogspot.com ou direto no www.euconcordo.com/foracabral