quinta-feira, 14 de maio de 2009

ESCÂNDALO DERRUBA CÚPULA DA POLÍCIA MILITAR DE BRASÍLIA

O governador José Roberto Arruda (DEM-DF) acaba de afastar do cargo o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Antônio José de Oliveira Cerqueira, e mais os coronéis João Fiorenza, do Centro de Inteligência, e Antônio Carlos de Sousa, da Diretoria de Finanças.

promotor Mauro Faria de Lima, da Promotoria Militar, sustenta que eles desviaram, entre março de 2008 e abril de 2009, R$ 919,6 mil em proveito da empresa Nara Veículos, concessionária da Mitsubishi em Brasília. Informa o Correio Braziliense que, "segundo a denúncia, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDB) e a Nara Veículos apresentaram notas fiscais falsas para atestar serviços mecânicos não realizados e justificar o repasse de dinheiro à concessionária do empresário Marcos Cardoso, candidato a senador pelo PFL na última eleição.

A PMDF assinou um contrato de R$ 889,8 mil — que teve um aditivo de 10% — para a Nara fazer as revisões das 56 caminhonetes L200 Mitsubishi destinadas ao policiamento ostensivo. Os veículos foram comprados no fim de 2006 e começaram a rodar em janeiro de 2007.

Apesar de novas, as picapes apresentaram danos sérios, segundo as notas fiscais. O contrato previa revisões a cada 10 mil km, até que rodassem 120 mil km. O dinheiro, no entanto, foi gasto em três meses, sem que nenhuma picape ultrapassasse a marca dos 70 mil km.

Das 56 caminhonetes, sete trocaram o motor de arranque, oito trocaram o eixo cardã — que liga o motor às rodas traseiras —, nove trocaram a bomba injetora de combustível, 10 substituíram o alternador. Além disso, sete carros passaram por serviços de pintura, 37 sofreram reparos no sistema elétrico e 38 trocaram o tapete e o estofamento."

fonte: Blog do Noblat

6 comentários:

Anônimo disse...

aqui tb já aconteceu o mesmo, mas ninguém foi em cana!!!!

Anônimo disse...

ratonéis!
ratonéis!
ratonéis!
ratonéis!
ratonéis!
ratonéis!
ratonéis!
ratonéis!

joao disse...

TEM QUE COLOCAR RATOEIRAS NOS BATALHÕES DO RIO!!!!

Anônimo disse...

A GRANDE TEIA ENVOLVE VÁRIAS PESSOAS, QUE SE INFLITRAM NOS ORKUTS E NAS COMUNIDADES, ALÉM DE SEREM OLHEIROS DOS BLOGS.

Anônimo disse...

É verdade... Aqui aconteceu o mesmo ( a compra de ração para solípides ao preço "singelo" de R$ 600.000,00 - seiscentos mil reais, atraves da caixa de economia dos ranchos das Unidades. O que piora mais a situação... Não houve licitação...
Envolvidos: Ratonel Samuel Dionísio Diretor da DGAL a época e a sua orientadora espiritual Maj Márcia, atual secretária do ratonel Davi Chefe do EMG. Houve instauração de IPM, mas acabou em pizza. Se eu não me engano o corregedor da época é o titutlar desse blog... E aí... em quem acreditar...

Anônimo disse...

Salve o promotor de justiça Mauro Farias de Lima... Isso mesmo! Continue denunciando essas corjas.
O que não me causa espécie é por que a PM de Brasília e filhote da PMERJ, como diz o ditado "filho de peixe, peixinho é"... rsrsrs.