quinta-feira, 14 de maio de 2009

PROJETO PMs 2010 !


Independentemente do que venhamos a fazer no âmbito dos estados, devemos iniciar uma articulação visando 2010. Eleger um deputado estadual não faz qualquer diferença para a nossa luta, mas elegermos 27 PMs como Deputados Federais a coisa muda de figura. Não seríamos apenas uma voz em meio a tantas outras, sufocada pelos Governadores e seus aliados, como ocorre hoje nas Assembléias Legislativas, mas 27 vozes que atuariam em conjunto, em prol da Família Policial-Militar brasileira, uma Bancada federal de PMs.

Muitos já entenderam isso e assim agem: A Bancada dos Evangélicos e a Bancada dos Ruralistas, por exemplo. Atuando em conjunto, essas bancadas têm obtido conceções de rádio e televisão(Evangélicos) e renegociação de dívidas e juros baixos para suas atividades(Ruralistas).

27 PMs atuariam hoje, por exemplo, em defesa da PEC 300/08, ampliando grandissimamente suas possibilidades de aprovação, portanto é chegada a hora de agirmos de forma organizada, aproveitando o Fenômeno dos Blogs. Cada estado da Federação deve agir para escolher um candidato PM/BM para que a luta se inicie desde já. Aqui no RJ, por exemplo, foram eleitos dois Deputados Federais ligados à área de Segurança Pública, o Delegado Federal Marcelo Itagiba e a Investigadora da Polícia Civil Marina Magessi, ambos não fizeram nada até agora em favor dos PMs.
Uma bancada de 27 Deputados Federais PMs representa 5% da Câmara dos Deputados, parece pouco, mas não é, pois no jogo parlamentar há a troca de apoio na votação de projetos. Poderemos fazer facilmente articulações com a Bancada dos Evangélicos e dos Ruralistas, como também com uma incipiente bancada dos Membros das FFAA, portanto já seríamos 300 "Conservadores" atuando em conjunto, para votarmos sempre juntos, uma bancada apoiando a outra, o que não seria difícil, pois todos somos contra o MST e o banditismo que grassa no país, por exemplo.
Em troca do apoio a uma proposta dos Evangélicos contra o aborto, pediríamos o apoio para a PEC 300/08. Em troca de apoio a uma proposta dos Ruralistas por juros mais baixos para a compra de tratores, pediríamos o porte de arma nacional para os PMs e assim sucessivamente.
PMs do Brasil, na democracia, quem manda não é a maioria, mas a minoria organizada!

http://militarlegal.blogspot.com/2009/05/projeto-pms-2010.html

3 comentários:

BirdBardo Blogger disse...

OS reaças se aliando pra manter o mais do mesmo!!!

CPI da PMERJ disse...

Vamos mudar esse país. Vamos deixar marcado na história da gloriosa polícia militar que praças também podem exercer cargo de deputado!!!! Esses coronéis de polícia que não servem para nada, a não ser usar nós PRAÇAS DA PMERJ como massa de manobra.

A CORPORAÇÃO SOFRE DE CANCER E OS OFICIAIS SÃO A METÁSTASE!!!

Anônimo disse...

Considera-se "ASSÉDIO MORAL" todo tipo de ação, gesto ou palavra que atinja, pela repetição, a auto-estima e a segurança de um indivíduo, fazendo-o duvidar de si e de sua competência, implicando em dano ao ambiente de trabalho, à evolução da carreira profissional ou à estabilidade do vínculo empregatício do funcionário, tais como: marcar tarefas com prazos impossíveis; passar alguém de uma área de responsabilidade para funções triviais; tomar crédito de idéias de outros; ignorar ou excluir um funcionário só se dirigindo a ele através de terceiros; sonegar informações de forma insistente; espalhar rumores maliciosos; criticar com persistência; subestimar esforços.