sábado, 17 de janeiro de 2009

Desvio de função - Beltrame quer pagamento por policiais cedidos

Ao admitir que o estado ainda não conseguiu reaver policiais cedidos a setores da administração pública, o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, anunciou que pediu ao governador Sérgio Cabral Filho que cobre daqueles órgãos que paguem os salários dos servidores que não foram devolvidos às suas corporações, conforme solicitação feita desde o início do governo, em 2007.
É um problema que se torna muito sério para as corporações policiais. A solução só vai se dar quando os órgãos que têm esses policiais tiverem seus próprios quadros. O problema é ainda maior num estado como o nosso, que carece de pessoal no policiamento ostensivo - afirmou Beltrame, acrescentando que o mínimo que os órgãos deverão fazer é pagar os salários dos policiais desviados de suas funções.

http://oglobo.globo.com/rio/mat/2009/01/16/beltrame-quer-pagamento-por-policiais-cedidos-754024561.asp

6 comentários:

BirdBardo Blogger disse...

Quando se der a valorização do profissional de segurança pública e se agir indiretamente contra a criminalidade, deixando de lado um pouco a política de segurança fascista que ignora o pobre e a família do policial que ganha mal e o mal ganha, talvez se mude a cara da segurança no RJ.

Matildebocao disse...

Beltrame tem que ler essa resposta pra saber onde estão os PMs dentro da PM.

Quem tem medo da transparência?

Uma cena que eu nun-qui-nha pensei que um dia pudesse acontecer. Duvidava e muito. Mas meu ceticismo feminino (é raaaaaaro!) está começando a ruir, meu povo: acho que este ano é possível que a gente veja o comandante-geral da PM sendo levado na marra para o plenário da Assembléia Legislativa! Não duvidem! O deputado estadual Flavio Bolsonaro (PP) pode ser o autor da façanha, já que é um requerimento de informações feito por ele (o de número 160 em 2008) que vem sendo ignorado pelo atual comando da nossa Briosa. Bolsonaro espera há mais de seis meses pelas informações, e nada! Gente! Isto é falta de respeito com o Legislativo, heim! A lei protege os deputados neste caso, e dá a eles ferramentas para responder com energia a essa falta de consideração!
Agora, vamos tentar entender o incompreensível? Por que a PM não responde logo? Se acha acima do Bem e do Mal. He-llo-ooo! É dinheiro PÚ-BLI-CO! Tem que dar satisfação sim!

Vejamos o que pede o Bolsonaro:

http://www.queronoticia.com.br/coluna.php?cod=827

Anônimo disse...

Dilma já anda de olho na Zona Oeste do Rio
Repousa na mesa da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, um convite do Centro Universitário Moacyr Bastos, para que a presidenciável profira a aula magna no início do ano letivo, dia 3 de março.
Sua Excelência se animou quando soube que a universidade fica na Zona Oeste do Rio – a maior concentração de votos do município.
http://jbonline.terra.com.br/nextra/2009/01/16/e160121409.asp

Anônimo disse...

Claro, a zona oeste é historicamente a área que realmente elege políticos, e ela já sabe disso, mas uma vez vamos ouvir aquelas bobagens de sempre e depois, nada é feito, será que seremos enganados de novo?

Anônimo disse...

estratégia oportunista e golpista dessa corja que tomou conta do Rio!!!

+ 1Sol disse...

Caro Birdbardo, Acrescente a sua, pertinente,colocação o anseio urgente, de que a população carioca, pare de cheirar, fumar, e que atenham-se ao justo cumprimento das leis. Daí, quem sabe, qualquer plano de segurança por mais tosco que seja, minimize os efeitos da criminalidade no Rio...